O corpo “ideal”

corpo ideal perfeito

Esse material não é novo, mas ainda e sempre pertinente. A mulher na foto é uma modelo. Um serviço de medicina online do Reino Unido pediu que designers de 18 países diferentes, em vários continentes fizessem um trabalho de photoshop sobre o corpo dela, transformando o corpo dela em “perfeito”, “ideal”, de acordo com as preferências daquele país. A foto acima é a original. Eis alguns dos resultados:

África do Sul - corpo pequeno, pele clara

África do Sul – corpo pequeno, pele clara

 

Argentina - tipo mignon

Argentina – tipo mignon

 

Venezuela - tipo miss, com longos cabelos negros

Venezuela – tipo miss, com longos cabelos negros

 

Espanha - mais magra e bronzeada

Espanha – mais magra e bronzeada

 

Estados Unidos - mais curvas, mais cintura, muito bronzeamento

Estados Unidos – mais curvas, mais cintura, muito bronzeamento

China - muito magra, pouca cintura, olhos grandes

China – muito magra, pouca cintura, olhos grandes

Ou seja, bem aquilo que a gente já sabia, mas teima em deixar pra lá: corpo ideal não existe: contextos e culturas fazem a diferença. E, mesmo dentro desses contextos e culturas, não tem sentido a gente achar que a gente deve cumprir tabelinhas de métricas disso e daquilo pra peito, cintura e quadris, né? Ainda bem que, à medida que o tempo passa a gente vai ficando mais consciente a esse respeito. Estão sentindo isso também, assim como eu?

Você vê todos os photoshops aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *