Conheci: Almoço no The Black Angus do Shopping Recife

the black angus 1

Repara essa costela! Diz que é pra duas pessoas, mas uns quatro comeram, de boas

Almoço em shopping não tem que ser lanche, pode ser almoço de verdade e dos bons, inclusive em um lugar aconchegante. Foi isso que ficou parar mim ao aceitar o convite da assessoria do The Black Angus do Shopping Recife para almoçar lá. O objetivo foi conhecer o novo cardápio da casa, agora feito especialmente pro público que está no mall e procura isso aí que falei na abertura do post.

Antes de dizer como foi o meu almoço: vocês sabiam que a casa tem uma sala para quem quiser fazer um almoço exclusivo, sem estar à vista dos outros clientes, que comporta até 25 pessoas? Achei isso muito bacana, imagino que pode ser um bom lugar pra um almoço de negócios ou para reunir os amigos no aniversário, por exemplo.

Mas vamos às comidas, né? Pra quem não sabe, a especialidade do The Black Angus é carne – “angus” é uma raça de gado que tem uma carne toda especial, saborosa, e é o carro-chefe da casa. Mas o lugar também tem outros pratos e a turma de jornalistas e blogueiros com quem eu estava começou devagarzinho, pelas entradas – bolinhas de queijo do reino (amo!!!), chips de batata-doce (sequinhos e crocantes), coxinha de cordeiro confit, mini-hamburgers…as entradinhas são ótimas e vale até pedir na hora do happy hour (no final volto a esse assunto).

Um baião de dois cheio de "pra que isso" e com resposta: "pra ficar bom"!

Um baião de dois cheio de “pra que isso” e com resposta: “pra ficar bom”!

Poderia parar por aí, mas tem os pratos principais, né? São os protagonistas, afinal! O primeiro que pedimos não tem a carne, carro-chefe da casa, como destaque, mas, veja só, é um baião de dois (foto acima), feito de uma forma especial: de camarão, que foi passado na manteiga de garrafa e flambado na cachaça. Seria absurdo deixar passar!

Aí veio uma costela (a da foto de abertura do post) que, disseram, daria bem para duas pessoas – mas que dá bem pra umas quatro. Gigantesca, carne macia, daquelas que derrete como uma manteiga e solta do osso facilmente, sabe? Na sequência, meu prato preferido: uma picanha de sol (picanha, no formato de carne de sol, no ponto, perfeita no sal, acompanhada de uma farofa de jerimum que eu comeria pura, sozinha mesmo.

the black angus parmesan

Barriga cheia, não consegui espaço aqui dentro pra provar esse hambúrguer The Parmesam da foto – preciso voltar, tanto por causa dele, quanto por causa de um outro, o The Cordeiro, feito com carne desse animal, cebola caramelizada e hortelã. Só comi uma provinha de nada das sobremesas, mas devo dizer que gostei bastante da terrine de limão siciliano e sei que vai ter chocólatra se apaixonando pelo Pout-Pourri de chocolate.

Para ser no shopping mais movimentado da cidade é muito bom ter um The Black Angus como lugar pra relaxar, almoçar, curtir a happy hour, enfim, que faça você se sentir sem pressa e poder contar com um lugar assim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *