Quando a menstruação diz “nada mudou”

menstruação menopausa menstruation period menopause

Coloquei logo no título que o assunto é menstruação pra depois ninguém que tenha frescurinha ou que não “saiba” que mulheres menstruam não venha reclamar. Pois é, o assunto é esse: menstruação. Recentemente uma amiga pouco mais velha que eu disse que já estava entrando no período de menopausa, que já estava sentindo esses efeitos e que o sangramento, antes mensal, já começava a rarear.Isso foi meio que mais um “bem-vinda à casa dos 40 e suas novidades” para mim, sabe?

Claro que sei que na idade em que estou agora – 41 – é cada dia mais difícil engravidar. Sim, muitas mulheres engravidam com bastante facilidade mesmo com a idade “avançada”, mas, em média, já não é tão simples do que quando estamos na “casa dos 20 anos”, certo? Talvez seja a única coisa que realmente me incomode nisso de idade: o maldito “prazo de validade” para as mulheres terem filhos. É triste ver que o cronômetro pode zerar e você, que queria isso, mas não queria “custe o que custar”, talvez não os tenha. Mas, estranhamente, apesar estar bem ciente disso tudo, a palavra “menopausa” ainda não havia me ocorrido.

Bom, quando a minha amiga falou que estava começando a sentir os efeitos da menopausa lembrei de algo que havia pensado há algum tempo: depois de certa idade a menstruação passa a ser também um aviso do seu corpo de que tudo continua do mesmo modo. Se os dias, fluxo e todo o resto continuam iguais é porque, provavelmente, seu corpo está bem, do mesmo jeito que sempre foi. Não é nada científico, só um “achismo” mesmo, mas faz sentido, concordam?

Bem, o que sei é que comigo continua tudo do mesmo jeito, desde que tinha 11 anos. Algo que nem uma cirurgia para retirada de miomas – em que só pedi “deixe útero, ovários, trompas e todo o resto aí, por favor” – mudou. Coincidentemente fiz exames para algumas consultas de rotina no último mês e um dos médicos confirmou: “você está bem e, pelo que aparece aqui, deve demorar ainda para você entrar na menopausa”. Então é isso – nada de me preocupar com isso, por enquanto. E você, já pensou nesse assunto?

P.S. Digo logo que não quero que pensem que estou tratando menopausa como algo ruim. Ela faz parte do ciclo de vida feminino, afinal. Há quem lembre que traz suas vantagens, como não precisar mais de pílulas anticoncepcionais e se livrar do incômodo mensal. Eu só quis dividir uma divagação minha a este respeito e é só. ;)

Imagem daqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *