Tendências 2020

Se tem uma coisa que gosto é de saber sobre tendências – moda, decoração, gastronomia…qualquer assunto me interessa e entendo que qualquer um deles pode ser resumido em um: comportamento. Isso porque dizer que alguma coisa é ou será tendência é dizer como grande parte das pessoas vai se comportar, o que elas vão fazer, consumir etc.

Entre os vários relatórios sobre tendências para 2020 que eu li, boa parte diz que os anos 90 estão de volta, ou, pelo menos, grande parte das coisas que nós, acima dos 40, vimos naquela época estarão de volta. Bom, exatamente em 1990 eu estava com 16 anos, então isso diz bastante sobre minha adolescência e iniciozinho da vida adulta – talvez de muitos de vocês que leem o blog também. Então vamos ver algumas dessas coisas que deverão voltar, de acordo com um dos melhores relatórios que li: o do Pinterest:

Música

Pode apostar na volta de sucessos da música baiana, por exemplo. Vai ter muito “ô, Miiiila” e “a cor dessa cidade sou eeeeu” tocando. Pode tirar seu figurino de axé music do armário e vamos lá aprender os passinhos dessas músicas – e dos pagodões clássicos – tudo de novo. Para quem curte as ~internacionais, o hip hop, que já começou a dar as caras novamente, também estará bastante forte.

Moda e Estilo

Levando em conta as tendências musicais, pode tirar do armário o seu top e as roupas super coloridas, que eles estarão nas ruas novamente. Porém, como moda não é igual pra todo mundo – ufa! Do mesmo modo, as roupas folgadas do hip hop. O estudo mostra que o finalzinho dos anos 90 e, ainda mais, início dos 2000 prevalecerão, então estamos novamente com aquela tendência camisetas com inscrições, por exemplo, muito jeans (look total) e – quem sabe? – talvez até o grunge dê as caras.

Comportamento

Claro que moda e música se referem a comportamentos, mas existem outras ações, atitudes que deverão acontecer no ano 2020 que serão bastante marcantes. Um exemplo está no pensamento “sem gênero”, ou seja, não binário ou, ainda, melhor explicando: cada vez menos teremos o “isso é para meninos/homens e aquilo é para meninas/mulheres”. As coisas deixam de ter essa divisão e se tornam “é para quem quiser”, assim como muitas pessoas são o que elas sentem que são e pronto. Que tal nomes que servem para meninos e meninas? E um smoking em forma de vestido? E bonecas/bonecos, carrinhos e demais brinquedos sendo simplesmente para quem gostar deles, sem definir se são femininos ou masculinos? Isso já começou e deve ser deste modo, cada vez mais. É inclusivo e libertador!

É um novo tempo? Sim, todo dia é um novo tempo! Essas tendências, para os mais atentos, já estavam bem claras e já estão aí, na verdade! Vai incomodar alguém? O que é novo sempre incomoda. Mas é isso: até o nosso próprio corpo é incômodo enquanto cresce! Faz parte do processo de evolução. Sugiro que você dê uma olhada nessa pesquisa do Pinterest e fique por dentro de tudo que já nos rodeia e o que ainda virá por aí.

Tendências em Comidas para 2017

Poke Salad

Poke Salad

Já começam a pipocar as tendências para 2017! Desta vez a rede britânica de supermercados Waitrose contou o que pode virar moda em termos de comida e bebida no próximo ano. Se prepara que vem umas coisinhas bem diferentes por aí

  • Poke salad – uma salada feita com peixe cru, de origem havaiana, bem parecida com um ceviche
  • Água de cacto – que cacto? Não faço ideia! Mas vai chegar e dizem que é cheia de antioxidantes…duvido nada que seja de palma, aquela mesma que colocam pro gado comer nas cidades do sertão nordestino quando a água fica escassa. Sério.

Iogurte de vegetais

Iogurte de vegetais

  • Iogurte de legumes – cenoura (mas esse já existe, com mel e laranja, né?), beterraba e abóbora são alguns sabores que devem vir por aí. Se não forem doces, os imagino como bons molhos para saladas.
  • Água de melancia – Não entendi direito, mas acho que é água com pedaços de melancia dentro mesmo, para deixá-la saborizada. Ok.
  • Sobremesas gigantescas – por mim, tudo bem, mas só imagino que seja compensação de tudo isso da lista acima.

Tirando a água de cacto – apesar de eu morar em uma região que tem bastante disso – acho essa lista bem plausível e até apetitosa. Que acharam?

Fonte: The Independent

Advanced Style – o documentário

advanced style estilo idosas ícones moda documentário blog senhoras

Vocês já viram o documentário Advanced Style? É de 2014, mas vi ontem, na Netflix. É um trabalho do fotógrafo Ari Seth Cohen, que tem um blog de mesmo nome, que mulheres de idade bem avançada mesmo – “advanced age” – com muito estilo – daí o “Advanced Style”.

É um trabalho interessante não só por mostrar pessoas idosas que se vestem de modo elegante e/ou extravagante, mas porque tem uma baita lição de vida, resumida em: vou ser feliz e não dou a mínima para quem não gostar. Elas são incríveis e deixam bem claro: se vestem daquele jeito porque se sentem bem. Elas são inspiradoras, isso sim! A melhor parte é que nem é necessário passar dos 60 anos pra seguir o exemplo, seja de moda ou de MODO de viver. Só pra você ter uma ideia, pesquei essas frases inspiradoras do documentário:

“Eu nunca quis parecer mais jovem, eu quis parecer ótima!”  (Joyce Carpati, 80*)

“Quando uma pessoa envelhece. Não é para se criticar tanto. Eu nunca fui crítica demais em relação a mim mesma, porque eu sentia “bem, é isso que eu sou e nao há nada que eu possa fazer a esse respeito” (Zelda Kaplan, 95)

“Eu me visto todos os dias para o teatro da minha vida” (Lynn Dell, 80)

Algumas dizem que não eram assim quando mais jovens, que só se sentiram mais autoconfiantes e com autoestima em alta quando já estavam na casa dos 70! Ou seja: nós, que estamos na casa dos 40, estamos em tempo de mudar o que não agrada em nós mesmos.

Dê um jeito de ver esse documentário agora! Vai ser bom para você. Veja o trailer abaixo:

Homens, não fiquem enciumados, parece que uma versão masculina do documentário já está sendo preparada. Há outros blogs com essa temática, também bem bacanas – depois trago aqui. Enquanto isso, visite o Advanced Style.

* idades à época em que o documentário foi gravado