O Regresso: sobre ter motivação

therevenant oregressoVocês assistiram o filme “O Regresso“, o novo de Leonardo Dicaprio? Acho que o filme está em cartaz. Eu vi já tem umas três semanas, mas me deu vontade de escrever a respeito aqui no blog. Sim, é o tal que provavelmente vai fazer com que Leonardo Dicaprio finalmente leve uma estatueta do Oscar pra casa – merecido, aliás.

“O Regresso” é um filme longo, sanguinolento, mas incrível. Trata-se da história de Hugh Glass, guia de caçadores e ele próprio caçador e vendedor de peles, que em uma expedição, em 1823, é atacado por um urso e, quase totalmente trucidado, é abandonado pelos colegas para morrer. A partir daí há uma saga dificílima desse homem em um território inóspito, com índios em pé de guerra pela sua área (e para garantir seu quinhão com as peles, claro), animais selvagens e a sua própria dor física (extrema) e emocional, por tantas coisas pelas quais passa.

Mas, para mim, o filme é sobre persistência. Sobre não desistir porque existe um motivo maior para continuar, sabe? Um filho, um compromisso firmado, uma vingança, uma promessa para si mesmo…é se apegar naquilo com todas as forças, enfrentando as piores situações, mas continuando.

Às vezes a gente não encontra motivação alguma, né? O que fazer nessas horas? A não ser que a situação seja mesmo para desistir – porque pode acontecer de ser só uma teimosia ou obsessão, por exemplo, o negócio é dscarafunchar, cavar fundo até encontrar…ou inventar a sua própria motivação, se agarrar nela com todas as forças até que você mesmo acredite nisso. Ter algo maior em mente é uma boa ideia para seguir em frente.

Bom, foi só um post para divagar mesmo. Mas, de todo modo, recomendo o filme. Em vários momentos pensei em como minha mente imaginaria algumas cenas se, em vez de ver o filme, estivesse lendo o livro. Acho que isso tornou “O Regresso” mais interessante pra mim. Vão vê-lo, então, e me digam o que acharam (caso já tenham visto também, claro).

P.S. Dicaprio está com 41 anos. Idade perfeita para ganhar o primeiro Oscar, concordam? ;)