Como manter a pele oleosa limpa depois dos 40

pele-pessoa-40-anos-oleosa-acneica-produtos

Como uma adulta de mais de 40 anos, que foi uma adolescente de pele oleosa acneica, que ainda tem pele assim, mas que sabe que já não tem aquela pele jovem  faz, hein? Investe em produtos que deixam a pele limpa e com a sensação mais sequinha, ué!  Não é que eu tenha A pele não, viu? Confesso até que preciso voltar a cuidar melhor dela, mas enquanto isso, tenho uma trinca que me salva de perrengues:

  1. Meu protetor solar diário é o Minesol Oil Control, da Roc. Normalmente uso o FPS 30 porque a consistência do 70 era pesada demais, mas já me disseram que agora está igual à do 30, então devo migrar pro de FPS mais alto já na próxima compra. Tentei outros, também excelentes, mas acabo voltando, porque foi o que me deu a sensação de pele mais limpinha, pronta pra passar a maquiagem por cima.
  2. Logo depois do protetor, maquiagem. Aí tenho confissões a fazer: tenho preguiça de me maquiar, acho feio quem usa maquiagem pesada no dia a dia e como ando de transporte público é bem comum que só faça a maquiagem, de modo bem rápido, quando chegue ao trabalho (antes disso, só o protetor solar e um batonzinho). Então a solução mais rápida, prática e, novamente, que seja leve para o rosto oleoso (lembrando: moro em uma cidade quente e úmida) foi o BB Blur Effaclair, da La Roche Posay. Por cima dele há quem coloque pó, mas ele já é feito pra ser tudo isso, então só coloco um blush clarinho, e tô pronta (é só o batom e, quando quero caprichar, um delineador nos olhos, nada mais).
  3. Pra tirar tudo, o gel desincrustante Effaclar, da La Roche Posay foi uma das melhores opções que encontrei até hoje. É pra lavar o rosto de pele oleosa acneica. É tão bom que serve bem para tirar maquiagem, basta usar um pouco menos de água (e depois enxaguar normalmente, claro).

Pronto, esse é meu trio de cuidados mínimos para com a minha pele do rosto. E você, quais são seus produtos preferidos para manter a pele do rosto com sensação de limpa e bem cuidada?

A sua pele como ela realmente é

How the sun sees you [rough cut] from Thomas Leveritt on Vimeo.

Entre os cuidados que se deve ter para passar dos 40 com a pele saudável e jovem, sem sinais exagerados que fazem até você aparentar mais idade do que realmente tem está o de proteger a pele dos raios nocivos do sol. A gente não tem muita noção dos perigos que corre e de como realmente está a nossa pele.

Então achei muito interessante esse vídeo que mostra, com o uso do ultravioleta, como a pele de algumas pessoas é de verdade – com manchas, sardas, marcas que elas não vêem no dia a dia, “a olho nu”. Com o mesmo recurso do ultravioleta também podemos ver como o protetor solar realmente forma uma mega-barreira para impedir os raios de penetrarem na nossa pele – e de como devemos cuidar para que ele esteja mesmo bem espalhadinho na pele.

Viu o vídeo? Chocante, não? Se ligou de como é importante tomar cuidado? Veja bem: não é evitar completamente os raios solares – aquele solzinho do comecinho do dia, bem cedinho e o do fim da tarde até fazem bem, porque são fontes de vitamina D. Aliás, quando eu caminhava às 6h da manhã nem passava protetor. Depois desse horário, tento lembrar de ter esse cuidado.

Além do envelhecimento precoce da pele, de manchas e outras marcas nada bacanas, ainda tem o maldito câncer de pele, que está entre os mais letais no mundo. É isso aí! No final de semana na praia, campo ou piscina, no dia-a-dia na rua ou mesmo dentro de casa ou do escritório (porque a luz artificial das lâmpadas também pode ser nociva), pode tratar de “tascar” protetor solar pelo corpo e pelo rosto!

P.S. Válido dizer que eu só passei a usar protetor quando já tinha mais de 20 anos de idade, porque não era um hábito comum àquela época. Se passava mesmo eram bronzeadores – os de hoje tem proteção, os daquela época, acho que não – para ficar mega-morena. Tenho medo das consequências de um dia ter ficado tostando sem proteção.

P.S.2 – vi o vídeo no site Comunicadores