Wendy Ida, em forma aos 64, começou depois dos 40

Se você é daquelas pessoas que vê alguém super em forma e logo imagina que aquele ser deve ter se exercitado a vida inteira, talvez desde a adolescência, e não adiantaria nada começar agora, convido a conhecer Wendy Ida.

A canadense de 64 anos tem um corpão e saúde de dar inveja a muito jovenzinho e é bem comum que achem que ela tenha até 30 anos a menos do que a idade real dela. O detalhe é que Wendy só começou a se exercitar e seguir uma dieta mais saudável a partir dos 43 anos de idade, depois de ter passado por um relacionamento abusivo.

Entrou de cabeça nessa rotina saudável e o resultado é a conquista de oito títulos em competições de fisiculturismo e hoje é instrutora em uma academia. Dieta rígida, com muita proteína, e pelo menos duas horas de exercícios, diariamente.

Quem quiser, pode acompanhar o Instagram de Wendy para seguir o exemplo. Ela mesma diz: ““Quero ser uma inspiração para todos que dizem ‘Eu estou muito velho e não posso fazer”. A cara do #Novos40, não acham? Então vamos mexer, gente!

P.S. Tudo isso pra celebrar o fato de eu ter voltado à ioga ontem e, digo, foi super puxada, com muitos alongamentos, força e equilíbrio. Espero não abandonar desta vez. ;)

Como se tornar um “SuperAger”, a “Super Pessoa de Idade”

Elderly in superhero costume isolated on white background

Existe um determinado grupo de pessoas que os cientistas estão chamando, principalmente nos Estados Unidos, de “superager”, ou seja, os super “pessoa de mais idade” – pessoas mais velhas, mas com características superiores. O neurologista Marsel Mesulan diz que os superagers não são pessoas apenas que têm boa memória ou uma mente um pouco acima da média pra idade, mas que estão no mesmo nível de jovens de 25 anos que estão plenamente em forma!

Outra neurologista, Lisa Feldman Barret, estudou 17 desses “superagers” (acima dos 65 anos) e descobriu que partes do cérebro deles, em comparação ao cérebro de pessoas “normais” da mesma idade, eram mais espessas, mais grossas mesmo. Essas áreas, poderia se imaginar que seriam ligadas ao raciocínio, ao cognitivo, mas, na verdade, são  o sistema límbico e o lobo da ínsula, regiões do cérebro responsáveis pelo emocional! Isso já mostra o quanto questões como “obstinação”, “vontade” e “garra” contribuem que se forme esse superager.

Mas, como se tornar uma super-pessoa-de-idade? Depois de se descobrir que essa área responsável pelo nosso emocional também é responsável pelo estresse, linguagem, funcionamento dos cinco sentidos e até regulação dos órgãos internos, os cientistas foram adiante. Os cientistas ainda estão estudando que atividades realmente funcionam para que a pessoa se torne um “super”, tenha um super cérebro e um super físico, mas algumas coisas já são apontadas:

  • Exercícios vigorosos – até deixar exausto mesmo
  • Atividades mentais quase extenuantes (como problemas matemáticos)

Pois é, nada fácil. Os cientistas mesmo dizem que é comum que o caminho para se tornar um “super” seja difícil demais para a maioria, que grande parte sinta-se cansado demais e até frustrado. Mas os estudiosos também dizem que essa “dor” seria a construção dos músculos, mesmo os mentais.

Então as palavras cruzadas e o Sudoku não bastam, tem que ir até não suportar mais…e prosseguir, sem desistir. Aprender um novo idioma ou aprender música seriam bons exercícios para o cérebro. Nadar e correr, para o corpo. E, assim, você começa a construir uma camada mais “casca grossa” no seu cérebro, e, talvez, torne-se também uma super-pessoa-de-idade. A dica é começar já!

No site do Journal Neuroscience você vê o estudo completo.

No site do The NY Times você vê um bom resumo sobre o assunto.

(ambos em inglês – pra já começar a exercitar o cérebro rs).

Saúde: benefícios da uva passa

passas

Dezembro se aproxima e já começou a “guerra das passas” – os que colocam elas no arroz e em vários outros pratos natalinos e os que as detestam, mesmo que seja umazinha só. Eu sou do time que ama, seja misturada em alguma comida seja pura mesmo, como um confeito. Você sabia que as passas têm vários benefícios para a saúde? Listei alguns:

  • É cheia de nutrientes: vitaminas A e B, cálcio, cobre, ferro, manganês, potássio e zinco são alguns deles.
  • Tem fibras e poder laxativo. Pra quem sofre de prisão de ventre, é um bom regularizador do funcionamento intestinal.
  • Ótima fonte de energia. Atenção, atletas de plantão – e quem mais precisar de uma forcinha.
  • Faz bem aos dentes! Sim, mesmo com todo o docinho dela, as passas são boas para a dentição por causa do ácido oleanólico que elas têm e ajuda na proteção contra cáries e bactérias.
  • Tem cálcio! Bom para ossos e dentes.
  • Por conter ferro, ajuda a combater a anemia.
  • Pode ajudar a baixar a pressão arterial
  • Faz bem aos olhos
  • Tem arginina, que aumenta a libido – ajuda, portanto, a melhorar a sua vida sexual.
  • Tem resveratrol. Pra quem não sabe, é tido como a “fonte da juventude”, por muitos. É antioxidante e há médicos que apontam que pode prevenir contra certos tipos de câncer, além de Alzheimer e Parkinson.

Apenas duas observações: quem tem nível de açúcar alto não deve consumir passas e sim, tem muitas calorias – mas ninguém vai comer meio quilo de passas de uma só vez, afinal, basta uma porçãozinha e tá bom. As propriedades das passas são maiores do que as das uvas porque estão concentradas, já que estão sem água.

O grande segredo dos famosos está na cama!

Jennifer Aniston, Serena Willians, Kim Cattrall declararam recentemente ao The Huffington Post qual o seu grande segredo do sucesso, para estarem bem, com saúde, boa mente e cheios de energia, entre outras coisas: dormir bem.

Pois é, simples assim. Dormir uma boa noite de sono faz uma diferença danada pro corpo e pra mente – aquela sua falta de memória ou exaustão constante pode não ser “culpa da idade” como você vive dizendo, mas apenas você que está dormindo pouco, hein? Fiz um infográfico mostrando alguns benefícios do sono. Dá uma olhada:

beneficios-do-sono-dormir

Quanto você deve dormir é o seu organismo que vai dizer, mas se você se sente eternamente com sono, já é um indício de que as horas dormidas não têm sido suficientes. Aproveite que o final de semana está chegando pra começar a regular essas horinhas e bons sonhos!

A matéria do The Huffington Post sobre o segredo dos famosos estar em dormir bem está aqui.

O que as cores na sua pele revelam sobre a sua saúde e a sua idade

As cores na sua pele podem dizer mais sobre você do que você mesmo imagina. Esse vídeo curtinho do Tech Insider resume bem:

  • Pele mais avermelhada com tons de  um amarelado saudável = pele bem oxigenada e que demonstra bom consumo de carotenoides – que você encontra em vegetais como cenoura, abóbora, manga, brócolis e beterraba. O resultado é aquele tom bronzeado, sabe? Essa é a cor mais relacionada à saúde.
  • À medida que envelhecemos a cor da nossa pele muda
  • Perdemos alguns contrastes no rosto. Olhos, lábios e sobrancelhas se tornam menos vívidos. Portanto, pele de gente mais velha costuma mesmo ter aquele leve tom acinzentado.
  • É comum o aparecimento de manchas, com o passar do tempo – as chamadas “manchas senis”

Daí é válido observar o que é ação do sol, o que é resultado da alimentação e o que apenas é mesmo a ação do tempo, aquela que vai acontecer com todos nós – e que podemos apenas postergar, com alguns cuidados. Interessante, o quanto uma simples observação da pele pode ser reveladora, não?

Cinco Dicas para aguentar oito horas diárias de trabalho

pausa do cafezinho

Oito horas de trabalho que, na verdade, são doze, se contarmos as duas horas de almoço, se a sua jornada é igual a minha. Mais duas horas, se igual a mim, você passa uma hora no ônibus indo-e-voltando ao trabalho (menos que isso quando consigo uma caroninha – IÊÊII!!!). Então sua lombar sofre, sua pele se lasca, até seu cabelo sente! O que fazer? Tenho umas dicas básicas. Confesso que nem sempre sigo todas ao pé da letra, apesar de saber bem direitinho – vou marcar as que sigo mais, só pra vocês saberem, tá? Vamos tentar seguir, que é pro corpo e a beleza da gente nos agradecerem com mais tempo de saúde e boniteza – a gente mesmo e o mundo nos agradecem (sem falsa modéstia, gente rs).

pause

  1. A cada uma hora sentados, dá uma levantadinha de cinco minutinhos, faz favor. Vai ao banheiro, vai até a máquina de café ou à copa, à mesa da amiga…a qualquer lugar, mas VAI! Tem que fazer o sangue circular dentro desse corpitcho! Pode parecer ridículo, mas essa eu aprendi com o dr. Victor Matsudo, autoridade no assunto “saúde x sedentarismo”
  2. Compre uma garrafa bem linda pra você, daquelas que você vai deixar todo mundo com inveja. Comprou? Pronto. Agora encha ela de água, suco ou chá (sem açúcar, por favor) e vai tomando ao longo do dia). Se o seu ambiente de trabalho for no ar condicionado, vai livrar da desidratação que essa maquininha provoca e um chá quentinho é uma boa opção – hibisco, camomila, erva-doce são ótimas opções. Se faz calor uma água geladinha já basta.
  3. Coloque as pernas num lugar um tico mais alto que o chão. Existem uns materiais, como “pedais de máquina de costura antigas” apropriados pra isso, mas se sua empresa não tiver (alô, segurança do trabalho!), uma caixa mais alta resolve. Sua lombar agradece.
  4. Olha o lanche! A pipoca, fruta, bolachinha…seja lá o que for, que vai fazer você não passar tanto tempo de barriga vazia! Sabe aquilo de comer a cada três horas? Eu não sei se é o tempo certo, mas eu mas a minha barriga dá um certo “alerta” desde criança, do tempo que eu ficava na casa da minha avó, às 10h da manhã e às 16h e é quando eu como alguma coisinha antes de almoçar e antes de largar pra jantar (o horário da tarde acho ainda mais importante, porque daqui que eu largue e chegue em casa, tome um banho e vá jantar, demoooora). Os horários não precisam ser precisos e nem precisa ser o MEGA lanche, mas a pausa rapidinha me basta.
  5. Aquela paradinha estratégica de cinco minutinhos pra saber a fofoca do dia, rir da leseira que sua tia mandou, ver o meme que tá rolando por aí e cair na gargalhada pode parecer perda de tempo…mas é coisa assim que faz você não ficar chato, não levar tudo a sério demais e, pasme, conseguir levar o seu trabalho adiante. São poucos minutinhos de uma bobagenzinha de nada que fazem o resto do dia de seriedade, planilhas, planejamentos, relatórios e tudo mais fluírem bem melhor. Rir faz bem pra saúde do corpo e do trabalho em grupo! Se seu chefe reclamar, chama ele pra rir junto!

change

Quando a gente diz que “o corpo é uma máquina”, vamos lembrar que ela não é feita de metais e fios e, mesmo que fosse, precisaria de tempo para manutenções. Assim, nosso corpo também precisa dessas pausas preciosas. Lembre de fazè-las! Vai ver que são coisas bem simples, que podem entrar na rotina sem esforço algum e fazem uma diferença tremenda! Como tudo na vida, é uma questão de hábito.

A Ciência e os “atletas coroas” das Olimpíadas

Na semana passada fiz um post bacana aqui no blog, sobre os atletas de mais de 40 anos de idade nas Olimpíadas. Aí ontem saiu uma matéria muito legal, no Fantástico, também sobre esses atletas “coroas”, com foco no uso da ciência para que o fôlego e explosão muscular permaneçam, mesmo com o passar dos anos.

Biomecânica para identificar e corrigir desequilíbrios, remédios que evitam o endurecimento de fibras e até terapia genética, com o uso de células-tronco para que seja possível prolongar a vida como atleta já são realidades. Inicialmente esses trabalhos são voltados a atletas de alta performance, mas que podem servir a nós, simples mortais, também. Eu acho tudo isso muito interessante, porque, mesmo não sendo atleta, espero que, se tiver uma vida longa, que ela continue sendo saudável e independente. O que vocês acham disso?

A matéria completa do Fantástico está aqui.

Três “truques de beleza” fundamentais

Compra cremes aqui, aplica botox acolá, estica ali…sabe que algumas vezes não precisa de tanto pra ter uma aparência mais saudável, bonita e mesmo mais jovem? Existem três coisinhas básicas que podem passar despercebidas pela gente, de tão óbvias que são, mas que podem fazer uma diferença enorme, viu? Dá uma olhada:

dentes beleza rejuvenescimento

1 – Saúde, limpeza e posição dos dentes – Não é só quando você tem dor de dente que deve ir a um consultório odontológico e cárie não é o único problema que você pode ter. Uma higienização bem feita e tratamento adequado livram você do tártaro, que, além de poder levar você a perder seus dentes, tem um aspecto feio pra danar! Dentes mal alinhados também trazem problemas sérios para a saúde e podem deixar sua boca com um aspecto envelhecido. Se houver esse problema, vale usar aparelho ortodôntico (fiz um post sobre pessoas +40 usando aparelho, ano passado – olha aqui). Em suma: seu rejuvenescimento pode estar num consultório odontológico!

dia ensolarado dica beleza grátis

2 – Sol – A gente sabe bem da importância do protetor solar, tanto para a saúde quanto para garantir a jovialidade da cútis. Mas, veja bem, ninguém precisa fazer cosplay de Família Addams ou de Drácula e fugir de qualquer raiozinho solar. Um solzinho no início da manhã garante uma boa dose de vitamina D e ainda pode trazer aquele rosadinho pro rosto, bem com “carinha de gente saudável’.

copo d'água hidratação

3 – Beba água – Não sei vocês, mas eu passo a maior parte do dia em uma sala com ar condicionado, no trabalho. Isso desidrata que é uma coisa! Seja na forma de água mesmo, de suco ou frutas, lembre-se de constantemente se re-hidratar! Isso faz diferença internamente, pro melhor funcionamento dos seus rins e intestino, por exemplo (neste último, deixe-me dizer: o funcionamento perfeito do intestino garante até a melhora do humor!), mas também se reflete no seu exterior, na aparência da sua pele, cabelo e até unhas!

Viu só? Três dicas de beleza simples, que não precisam de um creminho caríssimo, mas que são fundamentais pra estar e parecer bem.

Plástica pra quê? – Entrevista!

cirurgia plastica

Esta semana tive um papo bem interessante com o cirurgião plástico pernambucano Ernani Coelho Alencar. Como as cirurgias têm sido cada vez mais procuradas para corrigir alguns problemas ou retocar partes do corpo para que as pessoas sintam-se melhores consigo e, ainda, estão mais acessíveis, achei por bem trazer essa conversa pra cá. Até porque depois dos 40, de acordo com o próprio médico, temos um público que já sabe no que quer ou não mexer no corpo e com poder aquisitivo pra fazer essas intervenções.

cirurgião plástico ernani coelho alencar

Vamos à entrevista

O que as pessoas com mais de 40 anos normalmente buscam quando pensam em fazer cirurgia plástica estética?

Hoje em dia as pessoas, especificamente, as mulheres de 40 anos são muito diferentes do que eram há alguns anos. Elas têm muito cuidado com o corpo, frequentam academia e fazem dieta. Entre os 35 e 40 algumas estão no pós última gravidez, então querem “arrumar a casa”, cuidar do que ficou fora do lugar, tirar o excesso de pele. É quando muitas colocam próteses nos seios e fazem lipoaspiração, este último também bem comum entre os homens, que querem tirar aquela gordurinha que não sai com facilidade na academia. 

Entre os 40 e os 50 anos é um momento de transição, em que algumas começam a se preocupar também com o rosto. No corpo, continuam as lipo, mas algumas, quando colocam as próteses de mama também já fazem a mastopexia, que é suspender os seios.

Quanto custa, em média, fazer uma cirurgia plástica, hoje?

Depende do local, da extensão e do que vai precisar, mas hoje, com 20 mil reais você faz plástica do que quiser, mesmo as combinadas (cirurgia de mais de uma parte do corpo, como próteses + lipoaspiração). É bem mais acessível do que muitos pensam. 

O que você destacaria de diferente entre as pessoas de 40 anos de hoje de um tempo atrás?

Há pouco tempo quem tinha 40 anos parecia mais com uma pessoa de 50. Hoje quem está por volta dos 40 anos de idade se confunde facilmente com quem tem 30 anos, especialmente no corpo, já que se cuidam bem. Como se cuidam mais, a pele é melhor e os resultados das cirurgias também se mostram cada vez melhores. A próxima geração, que hoje está começando os 20 anos, deveria ficar mais atenta aos de 40 de hoje, porque o sedentarismo e a obesidade estão aí, então é melhor se ligar logo. 

Quais são os motivos que levam alguém a passar por uma cirurgia plástica estética depois dos 40 anos?

Porque querem se sentir bem consigo, vestir uma roupa provocante, por exemplo, e se sentir bem. Algumas dessas pessoas até quiseram fazer antes, mas não tinham condições financeiras ou mesmo diziam que seria melhor “esperar” – por exemplo, erradamente se dizia que só poderiam fazer algum procedimento de mamas depois que engravidassem e tivessem filhos, quando até podem fazer antes. Os homens hoje também têm menos receio de assumir a própria vaidade. 

Depois dos 40 começam a se preocupar com o rosto. Na verdade, depois dos 45 anos vêm preocupações com rugas, linhas de expressão, flacidez do rosto.

O que mudou nas cirurgias plásticas de rosto?

A forma de fazer as cirurgias mudou, as técnicas são diferentes, menos invasivas. Aliás, de modo geral, as cirurgias são menos traumáticas e de recuperação mais rápida. No rosto, a pele não fica tão esticada, os resultados são bem mais naturais do que eram há algum tempo. Não ficam todos com um rosto padrão de quem fez plástica, tem-se um resultado bonito e harmônico, que é o que todos querem. Não querem ficar parecidas como uma pessoa famosa, mas apenas melhorar o que são. 

Por onde normalmente começam?

Normalmente é por algo simples, que não é cirurgia, como o botox. Hoje talvez poque popularizou, há quem fale mal de botox, digam que se usa sem precisar, mas é algo fantástico, nem cirurgia tem resultados tão bons e pode ser feito a cada seis meses, sem problemas.  Depois partem para outras coisas, como levantar pálpebras. 

O que destacaria nesse público de 40 anos?

Homens e mulheres, quando chegam nessa idade, sabem que não têm obrigação de dar satisfação a ninguém – se quer fazer, faz, não precisa pedir autorização a ninguém e nem precisa da opinião alheia. O paciente faz a cirurgia porque quer o melhor para si, querem se sentir bem consigo mesmos. Se há algo que incomoda, vão a um cirurgião plástico e mudam. 

É isso, gente. Não entendam a entrevista como um incentivo para que façam cirurgias plásticas, mas apenas um esclarecimento de como estão as coisas hoje e o que outras pessoas de 40 anos têm feito. Se está feliz do modo que está hoje, maravilha! Se tem vontade de fazer uma plástica, procure um bom profissional, cheque todas as referências e vá.

É lembrar que isso não vai resolver todos os seus problemas e que seus 20 anos não voltarão assim – mas, afinal, nós somos #Novos40, não precisamos voltar no tempo, precisamos é viver bem conosco!

  • O cirurgião plástico Ernani Coelho atende no Recife e em Caruaru e Petrolina. Você acha os contatos dele aqui.

Estudo diz que quem tem mais de 40 anos deveria trabalhar menos

relogiodeponto pb horas trabalho work clock

Quantas horas você trabalha por semana? Há um estudo recente que diz que pessoas a partir dos 40 anos deveriam trabalhar apenas três vezes por semana, porque, assim, “renderiam” melhor. O desempenho cognitivo das pessoas “de meia-idade” (ai!) funcionaria melhor para quem trabalhasse até 25 horas semanais (na verdade, entre 25 e 30 horas para homens e entre 22 e 27 para mulheres, comparado a quem trabalha 55 horas semanais.

Detalhe: esse é o resultado de um trabalho científico sério, publicado Melbourne Institute Worker Paper, na Austrália, depois de uma pesquisa feita com três mil homens e 3500 mulheres. O estudo tem um contraponto: na mesma medida que trabalhar estimula a atividade cerebral, o excesso de tempo trabalhando diminuiria as funções cognitivas. A causa disso seria a fadiga e o estresse – aí chega naquele ponto em que a gente não rende mais nada.

Faz sentido, né? O que você acha disso? Eu acho tudo bem interessante, mas duvido muito que conseguisse dar conta de tudo que há pra fazer indo apenas três vezes por semana. Ia dar não, hein.

=> Fiquei sabendo desse estudo pela amiga Ju Lopes, que me passou esse link. Quem quiser ver a publicação original sobre o estudo (em inglês), clica aqui