Oficina do Sabor e Varanda lançam pratos da Boa Lembrança

Comer um prato gostoso e ainda levar pra casa uma lembrança que faça alusão àquela comida. É assim a dinâmica da associação da Boa Lembrança, que reúne restaurantes de várias partes do Brasil. Eu acho bem bacana, depois de comer algo bom levar pra casa o prato (louça) pintado com os ingredientes, assim nunca esqueço o que comi naquele lugar.

Camarão ao Coco Oco, do Oficina do Sabor

Esta semana teve um lançamento dois-em-um, de dois (ótimos) restaurantes, de uma vez só: o Oficina do Sabor, em Olinda, e o Varanda, que fica em Fernando de Noronha. Por questões de logísticas e pela amizade dos chefs das duas casas, César Santos e Auricélio Romão, o evento aconteceu no Oficina. O prato deste, aliás, é delicioso: Camarão no Coco Oco, fruto de experiências que César fez com a fruta ao longo dos últimos meses. Leva camarões, molho de coco do chef, legumes e é acompanhado por arroz de curry e purê de banana comprida (da terra).

Santo’s Santos Cesar, do restaurante Varanda

O prato de Auricélio para o Varanda já mostra a que veio antes mesmo da gente saborear: que perfume maravilhoso! O “Santo’s Santos Cesar” é uma homenagem que o chef faz ao amigo César Santos e traz uma releitura de pratos com peixes envolvidos na folha de bananeira que se encontra em Noronha: papillote de filé de peixe e camarão sobre cama de banana comprida e tomate, ao molho perfumado com leite, gengibre e curry. Sabor delicado e uma sensação de estar sendo maravilhosamente perfumada por dentro.

Tanto aqui no continente quanto lá no arquipélago há uma certeza: os pratos comprovam, mais uma vez, que os dois chefs são mestres na alquimia dos aromas e sabores.

Alimentos Anti-idade

ALIMENTOS ANTIOXIDANTES

Sempre curti saber o “poder” escondido nos alimentos. Um que serve pra emagrecer, outro pra controlar a taxa de açúcar no sangue, aquele outro que dá mais energia – e por aí vai. Melhor que remédio, né? Então, do mesmo jeito, existem alimentos que têm a capacidade de “rejuvenescer” a gente, veja só! Fiz uma listinha de alguns:

01 – Castanhas e nozes – As tais “oleaginosas” são ótimas pro lanche, porqque um punhadinho já “engana” bem a fome. Elas têm zinco, selênio e magnésio. Amêndoas tem bastante vitamina E, que previne contra doenças do coração e é boa para os homens porque também é boa pra prevenir câncer de próstata. Se for castanha de caju também tem vitamina B1, ótima pra combater depressão e trazer humor – e tem algo mais rejuvenescedor que isso?

02 – Aveia – Dá energia e baixa o colesterol. Ela tem um negócio chamado “beta-glucana” que, creia!, estimula as células imunológicas da pele, ou seja, combate o envelhecimento, mantém o colágeno e a elasticidade!

03 – Abacate – Quem segue o Novos40 no Instagram já viu que eu ando meio “a loka do abacate”. É que na época da fruta e tenho encontrado cada abacate grandão, bonito e com preço bom pra vender na rua que acabo não resistindo.  Seja pra comer amassadinho com açúcar e leite em pó (o mais tradicional aqui) ou como guacamole ou, ainda, fazendo um “mousse de chocolate fake e saudável” (quem me segue no Instagram já viu), o bom é que abacate tem ácido oleico, que forma uma barreira na pele, evitando a sua desidratação (e consequente envelhecimento).

04 – Tomate (molho de) – Tomates são ricos em licopeno, que ajudam a evitar o câncer e mantém o coração saudável. Também tem manganês, vitamina C e tem ação anti-inflamatória, o que é ótimo pra manter a pele em bom estado. Uma coisa interessante é que tomates frescos são muito bons, mas tomates secos ou molho de tomate são ainda melhor, têm efeito potencializado. Delícia!

05 – Chá verde – Ok, não é essa gostosura toda, se for pra tomar puro, mas já existem algumas misturinhas ótimas pro sabor ficar melhor. E – quer saber? – experimenta tomar ele puro depois de algo excessivamente doce, fica bom que só! Chá verde acelera o metabolismo e por isso faz tanto sucesso, já que ajuda a emagrecer. Mas ele também é antioxidante, ou seja, ajuda a retardar o envelhecimento.

06 – Salmão – Tem vitaminas B6, B12, proteínas e vários outros componentes. Entre esses, também tem selênio, ômega 3 e vitamina A, todos ótimos pra visão e pro cabelo, além de vitamina C, que é altamente antioxidante, ou seja, retarda o envelhecimento (você sabe que a pele oxida, ou seja, envelhece). Só lembrando o que escrevi em outro post: a sardinha também é uma excelente escolha, caso não goste de salmão ou ache caro demais.

07 – Uvas – São ótimas fontes de energia, têm vitamina C e antioxidantes, ótimo pra pele, pode prevenir rugas e até aquelas manchas escuras da senilidade.  O grande lance das uvas (só das uvas pretas e vinho tinto, hein) está no resveratrol, que diminui níveis de gordura no sangue, melhora a circulação e pode até prolongar a vida das pessoas! Sim, é verdade aquilo que dizem que uma tacinha de vinho por dia pode fazer bem – pode ser suco integral.Um brinde, então!

E então, curtiu? Já dá pra transformar o cardápio em uma fonte da juventude!

Os benefícios da Sardinha (+ receita de boteco)

Imagem: Comida di Buteco

Imagem: Comida di Buteco

Uma coisa que sempre me fascinou  – a ponto de eu ter pensado em ser nutricionista, um dia – é ver o que certos alimentos podem fazer pela saúde e beleza das pessoas. Um alimento que muita gente nem imagina que pode fazer tão bem é a sardinha.

A gente fala tanto no ômega 3 do salmão, tão caro, que nem se liga que a sardinha, peixinho bem mais barato, fácil de encontrar e que rende boas receitas, também é fonte de muita coisa boa: proteína, cálcio, vitaminas A, C e do complexo B, selênio, ferro e magnésio. Bom para o cérebro, para o coração para reduzir pressão e colesterol e até para a beleza! Não é à toa que esse peixinho foi eleito como um dos 150 alimentos mais saudáveis do mundo.

Então eu fiquei bem feliz quando a organização do festival Comida Di Buteco me enviou uma receita maravilhosa, de Sardinha ao Molho de Tomate, do Bar Sem Nome, que fica no bairro do Janga, aqui pertinho do Recife. Vê que delícia:

Ingredientes
1 quilo de sardinhas frescas
1/2 quilo de tomates
1 xícara (chá) de azeite
1 cebola picada bem miudinha
Sal
Limão
Alho
Louro
Pimenta do reino a gosto

Modo de preparo
Limpe as sardinhas, tempere com limão, alho, louro, sal e pimenta-do-reino. Ponha azeite no fogo e frite a cebola picada; junte os tomates e, quando estiverem bem derretidos, passe numa peneira. Volte ao fogo com as sardinhas temperadas e deixe cozinhar durante 30 minutos em fogo brando.

Simples, né? É isso mesmo e por isso tão gostoso! Isso acompanhado de uma cervejinha fica uma coisa maravilhosa, viu? Me animei pra fazer o prato no final de semana – quis compartilhar a receita com vocês antes mesmo de fazer, que é pra dar tempo de vocês também prepararem. Mas, caso você não queira preparar, corre lá no Bar Sem Nome, que esse é o prato servido por ocasião do Comida Di Buteco e o festival já acaba neste final de semana! Aproveita! É isso – bom final de semana. ;)