Eu quero conhecer você! [Pesquisa #Novos40]

 NOVOS40 PESQUISANão sei se já contei aqui, mas eu tenho um blog pessoal chamado “Eu falo sozinha”. Lá eu normalmente escrevo sobre coisas pessoais – isso quando eu escrevo, porque pode ficar um tempão parado. Mas, sabe, aqui eu não quero “falar sozinha” e, para isso, eu quero descobrir quem são as pessoas com idade a partir dos 40 anos (ou mais, ou menos), o que elas gostam de fazer e, principalmente, que assuntos gostariam de ler em um blog voltado para elas.

O Novos40 não é um blog feminino, ele é feito para todos. Então, meninos, não se acanhem: tratem de também responder a pesquisa e compartilhá-la com seus amigos, ok? Podem começar DJÁ (Walter Mercado feelings)! Para isso, basta clicar AQUI e responder lá. Depois compartilha, tá? Isso vai me ajudar muito!

Obrigada, todo mundo! Estou louca pra conhecer vocês! <3

 

Ingrid Guimarães: 42 anos e simplesmente ótima!

Ingrid Guimarães (foto: Globo)

Ingrid Guimarães (foto: Globo)

Uma vez, não lembro quando, vi uma matéria sobre a atriz Ingrid Guimarães dizendo que quando adolescente era conhecida por ser a legal, engraçada, que divertia todo mundo e que investiu na boa forma pra mostrar pra si que também era bonita. Bem, não sei quanto disso é verdade, mas uma coisa é certa: aos 42 anos Ingrid é hoje um dos maiores sucessos do país, como atriz, produtora, comediante, apresentadora e está com um corpão de fazer inveja – aparenta estar mais bonita do que quando era mais jovem, aliás.

Atualmente Ingrid está no ar no seriado de humor “Chapa Quente”, nas noites de quinta, na Globo. Ela faz o papel principal, da dona de salão de beleza Marlene. Aliás, uma protagonista massa, com um perfil com que muita gente se identifica: acima dos 40, casada com um cara que não é exatamente um galã, ela segura as barras de casa, nem sempre tem hábitos saudáveis, tem seus estresses, mas, principalmente, é dona do próprio nariz – trabalha, se esforça, mas se gosta e se diverte.

E não é que, por causa do visual da personagem, as pessoas passaram a prestar mais atenção em Ingrid? No cabelo bonito, que ganhou tom mais loiro e franjão, no corpão malhado, evidenciado pelas roupas justas da personagem e sendo chamada de “gostosa” nas redes sociais*. Ela comentou a esse respeito ao site GShow: “”Aos 40, agradeço por ser chamada de gostosa. Quis representar a mulher sensual, pois todas as donas de salões que conheci são muito sensuais, usam roupas justas e unhas grandes. Aquela mulher que trabalha o dia inteiro e chega em casa, cuida do marido e ainda tem uma vida sexual ativa”. É isso: personagem e atriz, ativas, talentosas, chamam atenção e fazem de si o que bem querem: ISSO é ser a cara dos #Novos40!

*Antes que venham me falar sobre o “gostosa” e relacionar com objetificação feminina, digo logo que o post não é a favor disso, o fator está dentro de um contexto. Leia o post completo e entenderá. ;)

Carolina, grávida aos 46

carolina ferraz instagram

Viram que a atriz Carolina Ferraz está grávida? Aos 46 anos ela, que também apresenta um programa de culinária no canal GNT contou a novidade na semana passada. O bebê é do relacionamento com o médico Marcelo Marins e ela mesma anunciou a gravidez pelo Instagram. A atriz já tem uma filha, Valentina, de 18 anos, do relacionamento com o publicitário Mario Cohen. Já pensou? Uma filha entrando na idade adulta e então novamente uma criança entra na vida dela!

Não sei se foi tudo natural ou se o casal precisou usar algum artifício, como estímulo à fertilização ou inseminação artificial, o que importa é que aconteceu o que muita gente acha que não acontece: uma mulher de 46 anos está grávida, saudável (ela e a criança) e todos estão felizes. Ah, essas pessoas #Novos40, hein? Sempre surpreendendo!

Minha primeira corrida (ou: menos um item na lista)

corrida cesar, corrida das estações

Mais um item que recebe um “ok” na minha lista de coisas a fazer depois dos 40 anos de idade (quem não leu o post a este respeito, leia): participei da primeira corrida da minha vida! Foi a Corrida e Caminhada C.E.S.A.R (a empresa em que trabalho, que pagou a inscrição para os que participaram), que aconteceu dentro de outra prova, esta já consagrada no calendário de atletas, a Corrida das Estações. Uma prova dentro da outra.

corrida cesar, corrida das estações

A medalha da Corrida das Estações/Primavera

Não sou atleta, não treinei, faz tempo que parei de praticar minhas caminhadas e precisei (por coisas de trabalho) faltar a aula de ioga da quinta-feira passada. Ou seja: sedentarismo puro. Mas fui assim mesmo, vi que muita gente aqui do trabalho estava mais ou menos na mesma situação e encarei. Só coloquei em mente a minha meta: ir até o fim da corrida, sem desistir no meio. Já caminhei cinco quilômetros outras vezes, dando voltas na pracinha, pela caminhada ou andando em centros de cidade (principalmente quando estava turistando por outras paisagens), mas nessa prova era diferente! Então montei meu próprio esquema, com corridinha-caminhada lenta – caminhada pesada – corridinha…e fui.

medalhas corrida

Medalhas da Corrida C.E.S.A.R e da Corrida das Estações

Cheguei ao fim, recebi a medalha da Corrida das Estações e a da Corrida C.E.S.A.R (ia pra todo mundo que seguia até o fim) e fiquei feliz da vida! Estava cansada, mas imensamente feliz, com um arrepio pelo corpo todo (adrenalina pura) e até emocionada. 

Um item a menos na minha lista, a alegria de ter conseguido cumprir uma meta pessoal, a “sorte” de trabalhar em um lugar que incentiva práticas de saúde pra quem trabalha aqui…ah, foi massa! Espero não perder o ânimo e – quem sabe? – logo começar a treinar e um dia correr uma prova pra valer!

Os “novos 40”

bolo de aniversário 40 anos

Eis que chegou o dia! Entrei na casa dos “enta”. Você sabe: quarENTA, cinquENTA, sessENTA…por aí vai. Eu poderia esconder a idade, dizer que tenho vários anos a menos – pode ter certeza que acreditariam. Aliás, ninguém acredita é quando digo que tenho o quanto tenho. Nada disso muda um fato: eu realmente estou fazendo 40 anos. Fico feliz com isso.

Confesso: não estou curtindo muito a ideia. Sei que é bobagem, mas é estranho. Porém, posso dizer que isso já é melhor do que há alguns meses, quando eu estava odiando, me achando velha, ultrapassada. Nada que boas companhias não tenham me ajudado a superar.

Houve quem dissesse “não se preocupa, os 40 são os novos 30 anos”. Entendo o que quer dizer: o conceito do que são as “pessoas de quarenta anos”, hoje, é bem diferente do que se pensava há pouco mais de uma década. Mas isso não são “40 são os novos 30”, isso significa que temos “novos 40”, simplesmente. Ou seja: muita coisa que até há algum tempo se achava que era “só para pessoas mais jovens”, que pessoas de 40 anos já não pudessem/devessem fazer, que estaria tarde demais, hoje está sendo feita por esses mesmos quarentões. Essas pessoas estão, por exemplo, começando a fazer faculdade, sonhando em conhecer alguém bacana e casar, fazendo a primeira tatuagem, começando a aprender um instrumento musical, indo mochilar em algum lugar, embarcando em um intercâmbio, estão com o coração na mão por conhecer alguém novo e até tendo filhos. Sim, porque hoje os tratamentos médicos permitem que mulheres acima (algumas um bocado acima) dos 40 anos tenham filhos de modo seguro.

Então começo esse blog como uma terapia para mim, para que toda vez que eu pense que passei da idade pra alguma coisa, eu mesma me faça lembrar que esse conceito está ultrapassado, que há muito pela frente. Quero fazer isso com exemplos, mostrando histórias bacanas e pessoas lindas. Claro que também quero mostrar produtos e serviços que achar interessantes e tudo mais que combinar com este blog.

Bem, é isso. Em vez de esconder a idade, como muitas pessoas fazem, resolvi alardear. Acho que é melhor fazer algo útil e bacana disso e, ainda, rir da cara desses quarenta anos. É um novo começo, uma nova ideia, um novo conceito. São novos 40.

Vamos lá!

P.S. Não, ainda não estou curtindo a ideia. Estou apenas ‘ok’, com isso. Mas eu vou aprender a curtir. Ah, vou!

writing a personal statement for university examples