Papo de 40

É isso que acontece quando você junta amigos que têm 40 anos de idade pra falar sobre…ter 40 anos de idade hahahaha! A gente falou sobre dores, problemas de visão, cabelos brancos, ter humor com a gente mesmo e, claro, riu pra caramba! Dá uma olhada pra ver como foi. O papo foi transmitido ao vivo na fanpage do blog. Curte lá!

“A psicologia do nosso eu futuro”

Acho que vocês conhecem o TED – são eventos que acontecem em vários lugares do mundo, seja organizado pela matriz ou por algum em que pessoas “palestram” sobre assuntos diversos, em poucos minutos, de modo a despertar alguma coisa em quem assiste. Hmmm…melhor você ler aqui pra entender. Várias dessas conferências estão online, pra quem quiser, no TED Talks (são mesmo como conversas, afinal).

Hoje, por acaso, me deparei com essa aí acima, bem interessante, do psicólogo e “expert em felicidade” (não é o máximo, isso?) Dan Gilbert. É sobre “a psicologia do eu futuro”, como mudamos ao longo do tempo, como achamos que não vamos mudar, como muitas vezes achamos que já estamos totalmente prontos (eu não acho, digo logo).  A palestra é de 2014, mas serve em qualquer tempo e tem tudo a ver com o Novos40. Afinal, é por isso que o blog existe: porque sabemos que não chegamos ao fim da linha, que ainda há muita coisa que pode acontecer conosco e, principalmente, a fazermos.

Bom, não vou falar mais nada. O vídeo tem legendas em português. Assistam e reflitam. Depois, se puderem, me digam o que acharam.

Mudança de carreira depois dos 40

Há problema em mudar de carreira depois dos 40 anos de idade? Está com vontade de fazer isso, mas acha arriscado demais, a esta altura do campeonato? Bem interessante esse vídeo da Exame, a este respeito. Dá uma olhada! Se você está morrendo de vontade de fazer isso, há tempos, pode ser o empurrãozinho que faltava! Mas se não está certo disso: cautela! Bem, confira o vídeo e faça o que for melhor para você.

E se você pudesse mudar o seu passado?

a dona da história

Já pensou, poder voltar ao passado e poder mudar o rumo que a sua vida tomou? Imagina poder reescrever a sua história e, em vez de, por exemplo, ter escolhido a profissão que você tem hoje, escolher outra. Ou não ter casado. Ou ter ido atrás da “pessoa da sua vida” e ter casado. É disso que trata a peça “A Dona da História”, que fui ver na última quinta-feira no teatro Apolo, ali no Recife Antigo. O espetáculo está em cartaz com Lívia Falcão e Olga Ferrário – mãe e filha, interpretando a mesma personagem aos 20 e aos 50 anos, que encontra consigo mesma e pode fazer essas alterações no passado (aos 20), que refletirão no futuro (aos 50).  A peça é de autoria do pernambucano João Falcão e já virou filme, em 2004, quando a personagem do enredo foi vivida por Marieta Severo e Débora Falabella.

A personagem – só são elas duas no palco – começa a elaborar outras alternativas de vida. Por exemplo “e se eu não tivesse ido ao baile onde Luís Claudio me pediu em casamento, mas eu acabasse o namoro com ele naquele dia?”, “e se em vez de casar e ter uma vida certinha eu tivesse ido ser atriz de teatro?” e por aí vai. Isso tudo é feito com muito humor.

Acho que todo mundo faz esse “exercício”, de pelo menos imaginar o que poderia ter acontecido se você tivesse escolhido outros caminhos. Na idade da gente, então, é que faz mesmo! A peça serve, inclusive, de ponto de partida pra pensar nisso – aliás, me reconheci em algumas situações da personagem. Se isso não serve pra mudar o passado, talvez sirva pra começar algo diferente hoje e, assim, mudar alguma coisa para o futuro. Bem, acabei de entrar nesses #novosquarenta, talvez sirva para que eu tenha #novoscinquenta.

Quanto à peça, ela está em cartaz de quinta a domingo, às 20h, no Teatro Apolo, até o dia 30 de março. O ingresso custa 20 reais (10 reais, meia entrada), sendo que na quinta-feira custa oito reais para todo mundo. Aconselho: garantia de boas gargalhadas e uma boa reflexão.

Mas, me diz aí: se você pudesse revisitar o seu passado, o que você faria diferente?