Jeans: o nome é “versatilidade”

Acho que já disse a vocês que trabalho em um instituto de inovação. Lugar descontraído, com muita gente da área de Tecnologia trabalhando, é comum encontrar pessoas de bermuda, camiseta e chinelo pelos corredores. A parte em que trabalho, a Comunicação, é junto de toda a área administrativa, onde a maioria não vai tão à vontade quanto o pessoal de Tech, mas, ainda assim, não chega a ser muito formal. Aí o que acontece? A maioria apela para o jeans-com-alguma coisa. Eu mesma quase sempre estou nessa vibe.

O jeans é uma peça coringa e tem inúmeros jeitos de usar. Duvida? Olha essas imagens abaixo.

jeans no trabalho denim outfit for work 1

outfit denim work jeans para trabalhar

jeans para homens no trabalho men outfit work denim

Simples, descontraído, romântico, sofisticado e até formal. Dá pra variar muito de estilo com o jeans – seja em calça, jaqueta, saia, vestido…taí algo que você consegue “transformar” com facilidade. Então, se tem dúvida do que vestir para ir ao trabalho ou se o caso é de preguiça mesmo em pensar em algo mais elaborado, nem se abale em perder tempo (a esta altura do campeonato, já sabe que nem vale a pena): pegue seu jeans preferido e vá por aí!

Melhor com a idade

barneys better than ever 1

Dia desses eu citei aqui no blog a respeito da nova campanha da Balmain, que tem como estrelas três modelos quarentonas: Naomi Campbell, Cindy Crawford e Claudia Schiffer – apenas as maiorais das passarelas em outros tempos. Então lendo aqui, pesquisando ali, acabei chegando em uma campanha da loja Barneys do primeiro semestre do ano passado. O tema era, simplesmente,“Better than ever” (melhor do que nunca) ou, ainda, “Better with age” (melhor com a idade), que mostravam que elas estavam melhores do que nunca, que o poder de sedução apenas melhorou com a idade.

Eu acho que isso faz todo sentido, já que, com o tempo, normalmente a pessoa começa a se sentir mais segura consigo mesma e percebe que aquela barriguinha, as ruguinhas e os fios brancos não importam tanto. Com segurança do que é capaz qualquer um pode se tornar mais sexy, aumentar o seu sex-appeal, não acham?

A campanha foi estrelada pelas modelos Pat Cleveland (65 anos), Stephanie Seymour (47), Christie Brinkley (61) e por Brook Shields (50), entre outras. As fotos foram feitas por Bruce Weber,

better than ever 4

barney better than ever

better than ever 5

Por mais campanhas assim no mundo!

Pra finalizar, olha o vídeo abaixo:

Better Than Ever: All Those Beautiful Girls from Barneys The Window on Vimeo.

Rose Quartz e Serenity: juntas, a cor do ano

De acordo com o sistema Pantone – escala de cores consagrada em todo o mundo e seguida por profissionais de vários segmentos – a cor eleita para 2016 é a junção de duas: “rose quartz” e “serenity”, ou seja, quartzo rosa (como a pedra) misturado com “serenidade” – rosa e azul bem clarinhos, quase daqueles usados em quartos de bebês. Aliás, se eram utilizadas para mostrar se o quarto era de um “bebê-menina” ou “bebê-menino”, a junção é justamente isso: feminino e masculino em uma mesma cor. Curti a ideia e acho lindo homens usando cores suaves, por exemplo. Aliás, um pouco de suavidade, de vez em quando, faz bem.

Na verdade, existem outras cores-tendência para este ano, de acordo com a própria Pantone, mas essa é a principal e deverá dominar vitrines de lojas de roupas, decoração e muitas outras coisas. Aliás, é uma mistura que transmite uma certa tranquilidade, pelo menos pra mim Trouxe aqui alguns exemplos de uso do tom 2016:

Decoração

pantone rose quartz serenity decor 2016

rose pink quartz blue serenity clear pantone fashion moda cor rosa azul bebê

E então, o que acham? Muito “quarto de bebê” ou você curte? Particularmente, homens usando camisas na cor rosa claro me chamam atenção, de modo positivo. Vamos ver se os tons, juntos ou separados, vão pegar.

Naomi, 45; Cindy, 49; Claudia, 45: ícones para sempre

balmain spring summer 2015 cindy claudia naomi

Pode ter Gisele, Ambrósio, Isabeles e Isabelis, fortunas nunca pagas antes e tudo mais, mas não há ninguém ainda como elas, as do grande trio que trouxeram significado ao termo “supermodel” ao mundo. Me refiro a Naomi Campbell, Cindy Crawford e Claudia Schiffer, que em plena casa dos 40 anos, se reúnem para estrear a campanha primavera-verão 2016 da Balmain.

As donas das passarelas, capas de revistas, campanhas e referências para quem também queria ser modelo ou curtia o assunto, eram absolutas na década de 90 e mostram que ainda estão com tudo, poderosas! A escolha não foi só por critérios de beleza – sim, porque ainda são lindíssimas – mas também porque são mulheres fortes, profissionais talentosas, mulheres de negócios, que tem famílias, que levam a vida como querem, cuidam de sim. “São inspiradoras”, diz Olivier Rousteing, designer da grife.

Melhor nem dizer mais nada, apenas observar:

balmain primavera verão spring summer 2016

balmain 2

Você pode ver mais imagens da campanha no Instagram da Balmain.

Vanessa Paradis, 42, destaque Vogue France

vanessa paradis vogue france1

Só agora eu vi que a edição especial dezembro/2015-janeiro/2016 da revista Vogue da França é a atriz e cantora Vanessa Paradis, de 42 anos.

Na edição, ela, que alcançou sucesso mundial aos 14 anos com a música Jou le Taxi (sim, a “Vou de Taxi” de Angélica é a original francesa), deixa a reserva pela qual é conhecida um pouco de lado e mostra um pouco de sua vida particular. Conta como sua carreira foi moldada, mostra lugares preferidos em Paris – aliás, é bem interessante constatar como gosta de comprar peças antigas e moda vintage – entre outras coisas.

vanessa paradis dans vogue

Mas, veja só, nem precisava de tudo isso. Atriz, cantora, modelo, que participa de várias campanhas sociais e uma bela mulher (ok, confesso que esse diastema nos dentes da frente me dão agonia, mas isso é coisa minha e absolutamente não a deixa feia), que se mantem relativamente discreta em um meio em que algumas pessoas fazem de tudo para aparecer e mostra que não se tornou apenas a ex-mulher de Johnny Depp.

O que vocês acham dela?

Olha aqui o link pra revista francesa.

Advanced Style – o documentário

advanced style estilo idosas ícones moda documentário blog senhoras

Vocês já viram o documentário Advanced Style? É de 2014, mas vi ontem, na Netflix. É um trabalho do fotógrafo Ari Seth Cohen, que tem um blog de mesmo nome, que mulheres de idade bem avançada mesmo – “advanced age” – com muito estilo – daí o “Advanced Style”.

É um trabalho interessante não só por mostrar pessoas idosas que se vestem de modo elegante e/ou extravagante, mas porque tem uma baita lição de vida, resumida em: vou ser feliz e não dou a mínima para quem não gostar. Elas são incríveis e deixam bem claro: se vestem daquele jeito porque se sentem bem. Elas são inspiradoras, isso sim! A melhor parte é que nem é necessário passar dos 60 anos pra seguir o exemplo, seja de moda ou de MODO de viver. Só pra você ter uma ideia, pesquei essas frases inspiradoras do documentário:

“Eu nunca quis parecer mais jovem, eu quis parecer ótima!”  (Joyce Carpati, 80*)

“Quando uma pessoa envelhece. Não é para se criticar tanto. Eu nunca fui crítica demais em relação a mim mesma, porque eu sentia “bem, é isso que eu sou e nao há nada que eu possa fazer a esse respeito” (Zelda Kaplan, 95)

“Eu me visto todos os dias para o teatro da minha vida” (Lynn Dell, 80)

Algumas dizem que não eram assim quando mais jovens, que só se sentiram mais autoconfiantes e com autoestima em alta quando já estavam na casa dos 70! Ou seja: nós, que estamos na casa dos 40, estamos em tempo de mudar o que não agrada em nós mesmos.

Dê um jeito de ver esse documentário agora! Vai ser bom para você. Veja o trailer abaixo:

Homens, não fiquem enciumados, parece que uma versão masculina do documentário já está sendo preparada. Há outros blogs com essa temática, também bem bacanas – depois trago aqui. Enquanto isso, visite o Advanced Style.

* idades à época em que o documentário foi gravado

Jaca é a fruta da vez

jaca jackfruit jack fruit fruta

A jaca está longe de ser uma unanimidade. Há os que adoram (eu!) e quem odeie (muitos). Tudo porque a danada tem um cheiro fortíssimo, aparência estranha, é pesada (dificilmente você comprará uma na rua e levará na bolsa a caminho do trabalho, por exemplo) e ainda tem uma gosma grudenta, difícil de tirar da mão.

Mas não é que essa  fruta vem sendo bastante observada nos Estados Unidos? Foi o que li no Business Insider esses dias. A primeira questão sobre a jaca é sobre os benefícios sociais: por seu plantio ser de baixo custo, pelo aproveitamento total que se pode ter dela (“carne” e semente para alimentação, casca para fazer tintura e caule para madeireiras, por exemplo)  e por seus nutrientes, pode ser uma boa solução para populações de países em crise.

Mas descobrir que a jaca, lá fora conhecida como jack fruit, é bem saudável é um passo pra imaginar que já, já o povo todo pode ter a frutona como um prato do dia a dia. Dá uma olhada:

  • Tem vitaminas C e A (esta é boa para os olhos)
  • Possui antioxidantes – bom pra pele, visão e pra aumentar a imunidade. Ajuda a retardar o processo de envelhecimento do corpo.
  • Além dos antioxidantes também tem flavonoides e fitonutrientes. Juntos,, podem proteger o corpo contra o câncer.
  • Tem alto nível de potássio, que pode ajudar a baixar a pressão
  • Possui muitas fibras, que ajudam no processo de digestão
  • Jaca tem cálcio, que é bom para os ossos
  • As sementes (experimente comê-las cozidas, como se fossem amedoim) tem cálcio, potássio, proteína e ferro.

Alguma dúvida de que já, já vamos encontrar produtos à base de jaca nas lojas de produtos naturais? Aqui pelo Recife é bem comum encontrar gente vendendo já os gomos da jaca separados, em um saquinho, com um palito pra comer – isso facilita bastante. O sabor é super docinho, bem gostoso. Tenho amigos que fazem “carne de jaca”, que nunca experimentei e no site do Business Insider vi que tem quem asse na churrasqueira, faça molhos e outras variações que fiquei doida para experimentar. Mas se não quiser nada complicado e aí onde você mora também é fácil encontrar essa fruta na feira ou nas ruas, se antecipe à tendência e a consuma in natura mesmo, que faz muito bem!

Para saber mais, olha a matéria (em inglês) do Business Insider e essa outra no site Mundo Boa Forma.

Estilo +40: Charlize Theron

Como algumas pessoas me pediram para escrever mais sobre moda e estilo, resolvi fazer alguns posts mostrando gente famosa que estão na casa dos 40 anos que podem servir de inspiração.

Pra iniciar essa coluna de estilo pra quem tem +40 escolhi a atriz Charlize Theron, que fez 40 anos no dia 07 de agosto. Bem, ela é alta, linda, em forma e foi modelo, o que facilita em muita coisa – é aquele tipo que fica bem até vestida com saco de estopa, né? Mas ela tem um jeito interessante de se vestir, que serve pra todo mundo.

Primeiro, uma olhadinha em como ela se veste para festas e premiações, quando precisa estar bem elegante:

charlize theron festa party

Percebam que até quando o vestido é bem luxuoso, como nas duas primeiras fotos, o estilo é de traços simples, sem enfeites, nada exagerado. Agora dá uma olhada no que ela costuma usar no dia a dia:

charlize theron fashion moda

charlize theron teron charliseSeja sendo entrevistada em um programa de TV, passeando com o filho, em uma festa de premiação que não exija luxo ou simplesmente pelas ruas, em seus compromissos comuns, ela usa muito jeans, calças sequinhas, camisas folgadas, regatas e calça muitas sandálias rasteiras. A prioridade, como você vê, é o conforto! Shorts e saias mostram as pernas longas e decotes valorizam o colo de seios pequenos.

A capa da revista Esquire, da montagem acima, foi fiel ao estilo da atriz. Um estilo, aliás, bem fácil de copiar e que, pela simplicidade, dificilmente ficaria feio em alguém, já que pode ser adaptado a qualquer pessoa, mesmo não tendo o corpo longilíneo de Charlize. Aprovado para o nosso dia a dia também!

 

A volta das pochetes

As pochetes estão de volta! Nem me refiro à gordurinha na cintura, mas aos cintos com bolsinha mesmo, que a gente (eu, pelo menos) usou lá entre meados da década de 80 até o início da década de 90, até se tornar um dos objetos preferidos dos cobradores de transporte alternativo e demais cafuçus. Pois agora é modinha, viu?

Tem gente que vai dizer que o que existe hoje não é a pochete, mas a “fanny pack”, que é apenas o nome em inglês desse acessório “polêmico”. Enfim, eu vi pessoalmente o “cinto com bolsinha” na Renner, dia desses. Acabei de rever no blog da loja e também no site de várias outras marcas, inclusive internacionais e “finas”, como a Channel. Olha aí alguns exemplos:

pochete 1 - Renner

pochete valentino fanny pack chanel

pochete 4 - bottega venetapochete gucci fanny pack louis viuttonViram que não são pochetes como aquelas das décadas 80/90, mas artigos mais elaborados, com designs diferentes. O acessório tem ensaiado a sua volta ao uso comum há alguns anos, mas sempre recebe muitas críticas, de que seria horroroso e até o pior artigo de moda já feito – nem acho. Só sei que é um tipo prático de bolsa, que pode combinar com um visual minimalista e eu não vou dizer que jamais usaria. Vamos ver se desta vez emplaca.

Blogs de moda pós-40

notdressedasalamb photo blogs 40 anos

Olha, a respeito de moda para pessoas a partir dos 40 anos só posso dizer uma coisa: eu uso o que eu quero e não acho que nessa idade ninguém deve mais muita explicação a seu ninguém. Simples assim. Mas isso porque normalmente sou bem básica e tento usar o bom senso – mais baseado no “fica bem / acho que não está legal” mais do que no fator idade.

Se você é do tipo que gosta de dar uma olhada em blogs de moda pra ver as novidades que estão rolando por aí, e o que os blogueiros recomendam, mas sente falta de algo que combine mais com você, trago uma listinha interessante: fashion blogs voltados para pessoas com mais de 40 anos. Confere aí:

Not dressed as lamb – é da britânica Catherine Summers. Gosto do estilo bem prático e despojado dela.

That’s not my age – é definido como um “guia de estilo para crescidos” e é da jornalista de Moda do jornal The Guardian. O estilo é mais ousado, bem bacana.

Lady of Style – achei o estilo mais sério, meio “senhoril”, sabe? Não é muito meu estilo, mas pode ser o seu.

Does my bum look 40 in this? – achei o nome do blog engraçado. Tem estilos mais moderninhos misturados a outros mais práticos, para o dia-a-dia.

Project 40 – lógico que os homens não poderiam ficar de fora! Esse blog aqui é para os quarentões estilosos.

Mas se você achar que o estilo que esses blogs da lista acima trazem um estilo muito caretinha, você não se identifica ainda com eles, fica uma dica: dá uma olhadinha neles, confere também o que tem nos blogs mais conhecidos – aqueles mesmos que você acha que tem roupas para pessoas mais novinhas, mas que dá pra aproveitar muita coisa, junta uma algo daqui, outra dali e faça o seu próprio estilo!