Janet Jackson pausa turnê para ser mãe…aos 49

Saiu esta semana: a cantora Janet Jackson resolveu dar uma pausa na turnê “Unbreakable”, que estava fazendo, para um “planejamento familiar”. Bem, pelo menos foi isso que ela mesma declarou em um pronunciamento em vídeo, na internet.

Como ela também fala que nesse tempo irá descansar, por “ordens médicas”, logo se imaginou, juntando uma coisa e outra, que ela se refere a ficar grávida – isso se já não estiver esperando uma criança, né? O que deixou muita gente espantada foi o fato de ela querer fazer isso agora, aos 49 anos de idade (no dia 16 de maio fará 50).

Bem, certamente ela tem acesso aos mais modernos tratamentos e deverá ficar cercada de todos os cuidados para que tudo dê certo, conforme os planos. Janet ainda não tem filhos*, então, se der certo, acho que serve até como um ânimo pra quem também está tentando, mesmo depois da idade que se convencionou ser mais “normal” ser mãe.

* Há boatos de que ela teria uma filha que teria ficado escondida do público por toda a vida, que estaria hoje com 28 anos – mas Janet Jackson afirma que é mentira. 

  • Quem me deu o alerta sobre o assunto foi Sam Shiraishi, do A Vida Quer. Tks, Sam! ;)

We are the World: 30 anos

We are the world, we are the childrenwe are the ones who make a brighter day, so let’s start giving…“. Provavelmente todo mundo que está na casa dos 40 anos lembra bem dessa música, que está completando 30 anos de existência (!!!). Ela foi composta por Michael Jackson e Lionel Richie e foi gravada por um grupo formado por 44 músicos famosos como Cindy Lauper, Tina Turner, Ray Charles e Bob Dylan, entre outros – além dos próprios compositores, claro.

A música fazia parte do projeto USA for Africa e tinha como objetivo arrecadar dinheiro para combater a fome no continente africano, especialmente na Etiópia. A inspiração era o projeto Band Aid, lançado um ano antes. Depois surgiram outros projetos no mesmo formato, até para outras  mas acho que nenhum ficou tão famoso e reuniu tantos astros da música quanto We are the World. Bom, eu ainda estou impressionada que a música já tenha três décadas! – mas se eu já cheguei à quarta década, vou me impressionar com o que, né? Clica aí no play do vídeo acima, se emocione de novo e cante junto!