As lições das mulheres dos cabelos coloridos

huffington post cabelos coloridos mulheres mais de 50

Viu um monte de jovenzinho por aí de cabelo colorido, teve vontade de fazer igual, mas aí pensou “não tenho mais idade pra isso” e deixou pra lá? Besteira sua! O Huffington Post fez uma matéria ótima mostrando cinquentonas que decidiram deixar as madeixas mega-coloridas.

Não que elas precisem justificar alguma coisa* (se liga asterisco, falo mais sobre isso), mas o maior motivo pra colocar um arco-íris na cabeça é bem simples: é divertido. Como disse a escritora best-seller Amy Tan: “To hell with ‘aging gracefully.’ I’m doing it for myself. It’s fun.” (Vá pro inferno com ‘envelhecer graciosamente’. Eu estou fazendo por mim mesma, é divertido”). Por enquanto não tenho essa vontade de colorir, não, mas como eu acho que se divertir consigo mesmo é sempre muito bom, não descarto.

O mesmo diz Marcia Kester Doyle (na foto acima), de 56 anos, blogueira do “Menopause Mother”:

“I colored my hair these unique shades because it sends a clear message — that a woman my age is still allowed to be FUN. I spent too much of my life trying to fit the mold and please others. Now that I’m older, I do whatever I want and worry less about what others think. My new hair color makes me feel younger, confident and sexy. At our age, we shouldn’t have to worry about what others think. Life is short — enjoy the ride.”

(“Eu colori meu cabelo com esses tons únicos porque passam uma mensagem clara: que ainda é permitido que uma mulher na minha idade se divirta. Eu passei muito tempo da minha vida tentando me moldar pra agradar os outros. Agora que estou mais velha, eu faço o que quero e me preocupo menos com o que os outros pensam. Minha nova cor de cabelo me faz me sentir mais jovem, confiante e sexy. Na nossa idade a gente não deve mais se preocupar com o que os outros pensam. A vida é curta – aproveite a jornada”)

É o mesmo que eu penso quando, no carnaval, saio com minhas plumas no cabelo e purpurina no rosto ou, como coloquei esta semana no Snapchat (segue aí: claudiagiane), que o reaparecimento dos meus cachos nos cabelos, fazento “toin oin oin” me fazem rir – e rir de si é algo fundamental pra ter uma vida mais leve, você sabe.

A matéria completa do Huffington Post traz SETE mulheres de cabelos coloridos e seus depoimentos e você pode vê-la aqui. Mas eu não poderia terminar esse post sem colocar pelo menos uma foto da nossa diva brasileira dos cabelos coloridos, Baby do Brasil, que aos 63 anos continua sendo um arco-íris ambulante. ;)

baby do brasil

Rodrigo Santoro, o “coronel” de 40 anos

rodrigo santoro idade 40 anos velho chico

Vocês tem acompanhado a novela Velho Chico, na Globo? Confesso que tenho visto menos do que gostaria, apenas por causa do cansaço físico mesmo – preciso dormir, afinal. Mas amo que o “cenário” dela seja o interior de alguma cidade nordestina e a trama coronelesca – que só fica bem na ficção mesmo, negócio de coronel na vida real, não, pelamor!

Mas, falando em coronel…e Rodrigo Santoro, no papel de Afrânio, hein, gente? Já, já acaba (porque vai passar de fase e quem viverá o coronel será Antônio Fagundes), agora que o personagem casou ficou até mais sério, mas aqueles primeiros capítulos, com aquela vibe dos filmes Hair + Tatuagem…que coisa maravilhosa (#quero)! Ele foi o entrevistado da última edição da revista Claudia, vocês viram? Sobre estar com 40 anos, veja o que ele disse:

Rodrigo Santoro 40 anos Revista Claudia

Acho que aos 50 ele estará tão bem quanto hoje: lindo, em busca de novos aprendizados e aventuras, trabalhando bastante, se divertindo e procurando ser feliz. Ou seja: um típico #Novos40!

Pra ver a entrevista completa de Rodrigo Santoro à revista Claudia, clique aqui.

Cabelo cinza está na moda!

cabelo prata granny grey silver cinza cinzento hair

Já viram essa? A moda agora é ter o cabelo na cor cinza! Gente famosa e anônima tem aderido a esse estilo, adotando um tom meio “fumaça” às madeixas. Tem que ter uma certa ousadia mesmo, não acham? Tem cinza clarinho, quase grafite e até o branco branquíssimo mesmo. Alguns pintam o cabelo por completo e outras pessoas só fazem algumas luzes. O estilo é também conhecido como “granny hair”, ou seja: cabelo da vovó. Se você resolver aderir é bom estar alerta a alguns pontos:

  • Pra chegar ao tom cinza primeiro é preciso descolorir bastante o seu cabelo. Então é importante escolher um bom profissional e usar bons produtos, além de fazer um teste antes, em um cacho do seu cabelo, pra não correr o risco de ficar careca ou ter alguma alergia.
  • É muito fácil confundir luzes acinzentadas com cabelo que está começando a ficar grisalho. Isso não é problema algum, mas veja se é o que quer.
  • Como se trata de descoloração + tinta é preciso fazer hidratações intensas constantemente.
  • Existem xampus próprios para cabelos cinzentos – o mesmo para não deixar os fios brancos amarelados.

Pra quem acha que a moda só serve para gente novinha-moderninha que não tem um fio branco natural, olha aí essas fotos:

granny hair cabelo branco cabelos cinza grey

Bom, tomara que essa moda permaneça. Acho que pode ser bom para quem quer assumir os fios naturalmente embranquecidos sem um pingo de insegurança.

Os cabelos grisalhos de Kate

kate grey hair cabelos brancos princesa grisalhos grisalha

Imagem: The Daily Beast

Então Nicky Clarke, conhecido “cabeleireiro de famosos” de Londres, declarou ter ficado horrorizado que a raiz dos cabelos da princesa Kate (a duquesa de Cambridge, casada com o príncipe Willian) aparecesse em público com a raiz grisalha, recentemente. O moço classificou os fios brancos dela como algo “desastroso”, que “deveria esconder logo”, já que é um “ícone da moda”. Pra completar, ele também falou que cabelo grisalho só fica bem em homens e que mulheres devem, sim, esconder!

Felizmente muitas vozes surgiram contra esse cara e suas palavras cheias de preconceito etário e sexismo. Afinal, trata-se de algo natural: com a idade, os cabelos vão perdendo a cor – e isso também acontece com mulheres, não só com homens. Há quem não goste disso e tasque uma tinta por cima e outros que, por motivos diversos, deixam os grisalhos aparecerem de boa. Pode ser por alguma alergia, uma promessa, não ter tempo (imagina quem tem filhos pequenos e várias outras atividades!) ou qualquer outra coisa, que inclui simplesmente não se importar. Kate não pintou enquanto estava grávida e enquanto amamenta Charlotte e não colocou isso como prioridade em sua vida, obviamente.

Você também é livre para fazer com os seus fios o que bem entender. Os meus começaram a aparecer ano passado, ainda são poucos, não gosto deles, mas não faço drama a respeito. Fazer como o tal cabeleireiro e chamar isso de “desastroso”é de um exagero que faz até vergonha. Mas me digam vocês: o que acham sobre o que Nicky Clarke falou? E como lidam com os seus fios brancos? Me conta, que eu quero saber!

P.S. Olha a matéria do The Independent sobre o assunto.

Um item cumprido na “lista pós 40”: voltei a ter cachos!

cabelo cacheado cabelos cacheados curl curled hair

Pouco depois de ter começado o Novos40, em fevereiro, publiquei aqui uma lista de coisas que eu tenho vontade de fazer depois dos 40 anos de idade. Lembrando: as listas “tenho que fazer até X idade” são bem comuns, mas preferi uma em que só tenho a idade do ponto de partida, mas não um limite. Quem não viu essa minha lista (que é bem boba e digo logo que vai ser cumprida – ou não – naturalmente, sem me forçar a coisa alguma).

Enfim, na lista tem “talvez deixar de ‘alisar’ os cabelos e voltar a ter (muitos) cachos”. Missão cumprida! Passei um tempão sem saber o que fazer com as minhas madeixas,  só sabia que não estava muito certa se queria continuar alisando (já havia mais de dez anos que fazia tratamentos como progressiva, escova inteligente etc.). Então resolvi voltar ao salão Unique, lá em Casa Forte, para as mãos de Ed Silva, um dos melhores cabeleireiros que já conheci na vida (aviso logo que não é #ad nem jabá, hein, é só recomendação mesmo). Analisa daqui e dali, muitos cortes e meus cachos reapareceram! Ele nem havia concluído ao trabalho e eu já gostava do que via.

Bem, isso foi há umas três semanas e, desde então, só escuto elogios. Gente dizendo o quanto ficou melhor, outros falando que fiquei com aparência muito mais jovem e até quem dissesse que também vai deixar o cabelo crescer, só para cortar os fios alisados e deixar os cachos reaparecerem, como eu fiz. Poderia ter retorno melhor que esse?

Só posso dizer que estou apaixonada pelo meu “cabelo novo”. Se um dia voltarei a alisar? Pode ser que sim. Farei o que for mais conveniente pra mim, mas, por enquanto, ficará do jeito que está. Foi algo bobo da lista? Talvez seja, mas para mim é um começo bem significativo.

Ah, eu aproveitei o dia com Ed, lá no Unique, para pegar material para dois posts: um sobre o que fazer quando os cabelos brancos começam a aparecer e outro sobre cortes de cabelo para quem tem mais de 40 anos de idade. Garanto que vem coisa boa por aí, podem aguardar esses posts!