Receita: Torta salgada com massa de grão de bico

torta salgada com massa de grão de bico

Tenho aproveitado minhas férias (vão até dia 14, portanto podem me convidar pra passear, viajar, me divertir rs) para, entre outras coisas, cuidar da saúde. Depois escrevo um post mais detalhado, mas estou tentando seguir (com uma escapadinha ou outra, rara) uma alimentação cheia de restrições, uma dieta, por causa de uma gastrite bem braba. Entre outras coisas, a minha médica gastroenterologista (ufa!) me disse pra tentar evitar trigo branco, desses comuns.

Ainda escorrego e como, vez perdida, um pãozinho francês, por exemplo, mas aproveitei as restrições pra conhecer alguns ingredientes autorizados que tinha vontade de experimenta, como a farinha de grão de bico. O grão de bico em si é uma coisa que já gosto bastante, mas como estava afim de fazer uma torta salgada há dias, queria usar farinha de trigo e já tinha visto farinha de grão de bico lá no Empório Vegetal, resolvi comprar e fazer a substituição.

Antes de dizer a receita, queria contar umas coisas boas sobre o grão de bico pra vocês: é rico em fibras, ajuda a controlar o nível de glicose, tem poucas calorias e, uma das coisa mais sensacionais: tem triptofano, que ajuda a produzir serotonina, que é aquela substância que dá uma sensação de bem-estar em alegria. Vê que coisa boa! Se sentir assim, vale lembrar, deixa a gente até mais jovem e disposto! Não são os únicos benefícios dessa leguminosa – faz aí uma busca no Google e vai achar vários outros benefícios.

Mas vamos a receita:

Não tem. Desculpa, gente, mas não tem uma receita certinha, com medidas e pronto. Apenas fui testando coisas e usando o que havia na geladeira mesmo. Mas vamos lá, relembrar:

  • Duas xícaras e mais um bocadinho de farinha de grão de bico
  • Uma xícara de água morna
  • Sal
  • Azeite

Misturei tudo até virar uma massa que não fique muito grudada nas mãos – então vai acertando o ponto aí. Depois untei e enfarinhei (com a farinha de grão de bico mesmo) uma forma de aro removível pequena e forrei com a massa de grão de bico. Aí fui colocando o que tinha:  um bocado de frango desfiado, rodelas de cebola, cenoura ralada, e duas colheres de sopa de um requeijão de soja sabor provolone (juro) que comprei. Mas, olha, pode ser requeijão comum, palmito, queijo, ovo cozido, atum…vê aí o que você tem pra colocar na torta e coloca. Temperei com sal e cúrcuma (por isso o recheio tá amarelinho). Misturei, coloquei por cima da massa e salpiquei noz moscada por cima. O pulo do gato foi cobrir o recheio com dois ovos batidos. Pronto, foi ao forno até que o palito que coloquei no meio saísse praticamente limpinho e a borda já estivesse firme, mas sem queimar.

Pronto, ficou bonita e uma delícia! Vai fazendo aí, do seu jeitinho, inventa algo e depois me conta. Bom apetite!

P.S. Tem muita gente que faz a massa cozinhando o grão de bico e passando ele no processador depois. Mas, como a massa existe, resolvi fazer de modo mais prático.

Dicas para cuidar da pele para pessoas esquecidas

lavar rosto pele jovem

Nunca fui a que passa muitos cremes na pele, sabe? Não sei se é preguiça ou esquecimento mesmo. Na adolescência só tomava jeito quando estava em fase de algum tratamento mais pesado contra acne. Acho que só de alguns anos pra cá tenho tentado ter o hábito de cuidar mais, de dar a devida atenção à pele, mas ainda não dedico o tempo ideal a isso. Então deixo aqui aquelas dicas “faça pelo menos isso, vá”, que é o que procuro fazer pra não ficar com a pele tão manchada (mais do que já é, problema típico de quem tem sardas) e “encriquilhada” no futuro:

  1. Lave com o sabonete adequado. O meu é para pele oleosa com tendência a acne. Bem, eu lavo o rosto e escovo os dentes assim que acordo e logo que chego em casa, após o trabalho, então faço logo com o sabonete correto. Ficam lá na pia, um comum, pra lavar as mãos, e ele. Mas uma dica é deixá-lo dentro do box do banho. Então você lava o corpo com um e troca pelo específico quando lavar o rosto. Sim, porque o banho você não esquece de tomar, né?
  2. Esfoliar rosto e corpo – cada um com seu produto adequado, claro. Confesso que não lembro muito de esfoliar o corpo. Vale a mesma dica do sabonete: deixa dentro do box e lembra de fazer isso na hora do banho. Vale deixar uma daquelas cestinhas que pendura na torneira só com esses produtos “especiais” – vai ser um banho bem completo e vai ser mais difícil esquecer ou ter preguiça de fazer .
  3. “Use protetor solar”, já disse Bial. Sério, use mesmo, não só quando for à praia, mas também para ir ao trabalho, passear, ao supermercado, passear com o cachorro, cuidar do jardim…use! Eu confesso que preciso me esforçar pra lembrar de passar no corpo, mas tento. No rosto, faço questão de passar. Meu “segredo” é usar um que deixa a pele bem sequinha, que dá uma sensação bem agradável. Assim eu gosto tanto que acabo não esquecendo. Ah, tenho um protetor solar na pia, perto da pasta de dentes (cuidado pra não confundir!), já que nunca esqueço de escovar os dentes e outro na bolsa, em um bolso onde guardo cartão de ônibus e o crachá do trabalho.
  4. Hidrate seu corpo, por dentro e por fora. Tome bastante líquido, isso você sabe bem que é necessário, não só pra deixar a pele e o cabelo bacanas, mas pra “lubrificar” o seu corpo por dentro e deixar a sua “máquina” funcionando bem.  Eu gosto bastante de beber água, então não tenho problemas com isso, mas deixo um copão cheio na minha mesa do trabalho e outro na mesinha de cabeceira do meu quarto, pra nunca ter a desculpa da “preguiça de pegar água longe”. Já para passar cremes hidratantes no corpo,  eu deixo ao lado da cama, pra passar pelo menos na hora de dormir. Pois é, nisso ainda estou falhando.

Sim, eu sei que isso tudo é insuficiente pra garantir uma pele bonita, mas são passos simples e importantes para que ela não fique realmente em um estado ruim. Conselhos médicos são fundamentais pra saber o que é melhor pra sua pele, mas esses atos pequenos acima não fazem mal algum. Eles devem se tornar habituais – especialmente agora que estamos na casa dos 40 anos. Aqui a questão não é aparência, mas a saúde da sua pele.