Rodrigo Santoro, o “coronel” de 40 anos

rodrigo santoro idade 40 anos velho chico

Vocês tem acompanhado a novela Velho Chico, na Globo? Confesso que tenho visto menos do que gostaria, apenas por causa do cansaço físico mesmo – preciso dormir, afinal. Mas amo que o “cenário” dela seja o interior de alguma cidade nordestina e a trama coronelesca – que só fica bem na ficção mesmo, negócio de coronel na vida real, não, pelamor!

Mas, falando em coronel…e Rodrigo Santoro, no papel de Afrânio, hein, gente? Já, já acaba (porque vai passar de fase e quem viverá o coronel será Antônio Fagundes), agora que o personagem casou ficou até mais sério, mas aqueles primeiros capítulos, com aquela vibe dos filmes Hair + Tatuagem…que coisa maravilhosa (#quero)! Ele foi o entrevistado da última edição da revista Claudia, vocês viram? Sobre estar com 40 anos, veja o que ele disse:

Rodrigo Santoro 40 anos Revista Claudia

Acho que aos 50 ele estará tão bem quanto hoje: lindo, em busca de novos aprendizados e aventuras, trabalhando bastante, se divertindo e procurando ser feliz. Ou seja: um típico #Novos40!

Pra ver a entrevista completa de Rodrigo Santoro à revista Claudia, clique aqui.

Ingrid Guimarães: 42 anos e simplesmente ótima!

Ingrid Guimarães (foto: Globo)

Ingrid Guimarães (foto: Globo)

Uma vez, não lembro quando, vi uma matéria sobre a atriz Ingrid Guimarães dizendo que quando adolescente era conhecida por ser a legal, engraçada, que divertia todo mundo e que investiu na boa forma pra mostrar pra si que também era bonita. Bem, não sei quanto disso é verdade, mas uma coisa é certa: aos 42 anos Ingrid é hoje um dos maiores sucessos do país, como atriz, produtora, comediante, apresentadora e está com um corpão de fazer inveja – aparenta estar mais bonita do que quando era mais jovem, aliás.

Atualmente Ingrid está no ar no seriado de humor “Chapa Quente”, nas noites de quinta, na Globo. Ela faz o papel principal, da dona de salão de beleza Marlene. Aliás, uma protagonista massa, com um perfil com que muita gente se identifica: acima dos 40, casada com um cara que não é exatamente um galã, ela segura as barras de casa, nem sempre tem hábitos saudáveis, tem seus estresses, mas, principalmente, é dona do próprio nariz – trabalha, se esforça, mas se gosta e se diverte.

E não é que, por causa do visual da personagem, as pessoas passaram a prestar mais atenção em Ingrid? No cabelo bonito, que ganhou tom mais loiro e franjão, no corpão malhado, evidenciado pelas roupas justas da personagem e sendo chamada de “gostosa” nas redes sociais*. Ela comentou a esse respeito ao site GShow: “”Aos 40, agradeço por ser chamada de gostosa. Quis representar a mulher sensual, pois todas as donas de salões que conheci são muito sensuais, usam roupas justas e unhas grandes. Aquela mulher que trabalha o dia inteiro e chega em casa, cuida do marido e ainda tem uma vida sexual ativa”. É isso: personagem e atriz, ativas, talentosas, chamam atenção e fazem de si o que bem querem: ISSO é ser a cara dos #Novos40!

*Antes que venham me falar sobre o “gostosa” e relacionar com objetificação feminina, digo logo que o post não é a favor disso, o fator está dentro de um contexto. Leia o post completo e entenderá. ;)