Curso mostra possíveis caminhos para o amor

Coisa que acho difícil é relacionamento amoroso, viu? Acho complicado bater aquele “tchananan” que faz com que aquela outra pessoa seja O tal alguém. Vim com esse assunto hoje por causa de umas perguntas que me chegaram por e-mail:

  • Você se casaria com você mesma?
  • Como anda sua energia, de 1 a 10?
  • Você é capaz de iniciar relacionamentos?

Foram só algumas das perguntas que chegaram e – olha – me colocaram pra pensar. Conhecer pessoas nem é tão complicado, mas estabelecer um relacionamento de fato, isso sim, pode ser mais difícil e pode despender um grande fluxo de energia para dar certo. É preciso que os envolvidos estejam com vontade que tudo dê certo. Aliás, é difícil explicar o que faz um relacionamento dar certo, não é mesmo?

Então fiquei bem curiosa em relação a um curso que vai acontecer em São Paulo no dia 27 de abril: o curso “Casa comigo?”. Numerologia, astrologia, ioga, meditação e outras práticas, sob comando da life coaching Ana Rezende, vão tentar ajudar a responder algumas dessas perguntas acima, entender como anda a sua vida em termos de relacionamentos amorosos e até tentar mostrar caminhos que possam ser seguidos. A frase-chafe do curso é bem instigante: “Nunca é tarde para encontrar o seu par perfeito” (e eu sempre lembro que “perfeito” aqui não é sem defeitos, mas com imperfeições e qualidades que combinam com as suas). Será, hein?

Interessante, não acham? Por mais que busquemos pelo raciocínio lógico, em certas coisas pode ser válido procurar explicações e caminhos alternativos, que são além-entendimento racional. Curti a ideia. Para se inscrever basta clicar aqui.

Curso Casa Comigo:
Data: 27/04/2017
Horário: 18h às 22h
Local: Rua Cláudio Soares, 72 – Conj 218 – Pinheiros – São Paulo/SP
Especialista: Ana Rezende

*Publieditorial

O Brasil está envelhecendo – série do Jornal Nacional

Imagem daqui

“Aquela frase que dizia que o Brasil é um país jovem já não faz mais sentido. Hoje nós somos um país adulto, caminhando pra velhice”. Foi assim que Willian Bonner começou a apresentação de uma série de reportagens do Jornal Nacional, iniciada ontem (02/01), sobre a importância de se preparar para essa fase da vida, a velhice.

Achei bem importante trazer isso aqui pro blog, uma vez que esse espaço trata especificamente de idade, de um meio de caminho entre o ser jovem e o ser idoso. Talvez grande parte de nós ainda não se ligou e muito menos se prepara para quando chegar à terceira idade, mesmo os que já pensaram alguma vez que poderia ter se preparado melhor, quando estava lá pelos 20 anos, para quando chegasse aos 40. É aquilo da gente viver demais o presente, mas não planejar devidamente o futuro, né?

A primeira matéria da série é bem interessante e você pode vê-la aqui

Fica a pergunta: você está se preparando para a sua velhice?

Folha lança treinamento para pessoas +40

curso jornalismo grisalho mais de 40

Olha aí que boa notícia para quem tem mais de 40 anos de idade e sempre sonhou em ter uma carreira no Jornalismo: a Folha (da Folha de São Paulo) está com inscrições abertas para um programa de “trainees experientes”. O curso é voltado para pessoas com mais de 40 anos de idade, de qualquer área de conhecimento, com nível superior, que queiram aprender técnicas de Jornalismo. Atentem pro nome sensacional do programa: Jornalismo Grisalho!!! :D

O curso dura dois meses, começa em outubro, conta com aulas, palestras, tarefas práticas e outras ações e não paga nada pra participar. Como é presencial em São Paulo, claro que fica mais fácil pra quem é desta cidade – mas, se você estiver com tempo livre e se interessa pela área, se liga na oportunidade!

Aqui e aqui você encontra mais informações (se você não for assinante da Folha, provavelmente terá que preencher um cadastro básico pra ver a matéria).

#Depoisdos40: aula de drinks

Na semana passada tive a oportunidade de aprender algo novo, que estava fora da minha lista do que fazer depois dos 40 anos, mas que amei: a fazer drinks! Algo além daquele basicão que a gente sabe, de caipirinha, caipirosca e cuba libre, claro. Foi um convite da Diageo, que estava promovendo aqui no Recife o Cocktail Journey, etapa regional da Copa de Bartenders, que tem também a intenção de promover a “cultura” dos drinks em  bares e restaurantes nas cidades onde ocorre o evento. Os profissionais tem que elaborar drinks usando a vodca Ketell One ou o gin Tanqueray Nº TEN.Depois das escolhas regionais há o concurso brasileiro e o mundial.

drinks cocktailjourney diageo

Aqui no Recife participaram o bar Underground e o restaurante Nikko. Os convidados visitaram os dois lugares e provaram os drinks concorrentes. No Underground, uma surpresa: uma aula de coquetelaria, com bartenders experientes, todos as ferramentas para preparar as bebidas e ingredientes ótimos – além da vodca e do gin, tínhamos sucos, frutas, xaropes e “temperos” como canela, zimbro, hortelã e até pimenta. Foi uma experiência deliciosa! Olha o drink que eu fiz na imagem abaixo.

cocktail journey

Tem 50ml do gin Tanqueray TEN, zimbro, suco de limão galego, grapefruit, xarope de cranberry e bastante gelo. Ficou bem azedinho, como eu queria.Para acompanhar o campeonato e a visita a outras cidades, siga no twitter a hashtag #CocktailJourney