Inspiração: Claudia Abreu, 46

Na sessão “inspiração”, de gente que está na “casa dos 40” e que pode ser inspiradora, desta semana, trago Claudia Abreu, que está com 46 anos. Ela exerce duas coisas em grande parte dos brasileiros: primeiro, a impressão de que a gente a conhece desde sempre, por causa do tempo de carreira dela; depois, aquela expressão “nem parece”, que sai automaticamente da gente, quando vemos a idade que ela tem. Ou seja: é a típica #Novos40…gente que tem essa idade, mas contradiz muita coisa do que se pensava a respeito do efeito do tempo.

Casada há 20 anos, com quatro filhos – entre 15 e quatro anos de idade, no ar na novela “A Lei do Amor” e escrevendo e produzindo a série infantil “Valentins”, que deve ir ao ar em breve no canal Gloob, ela mostra que tem uma rotina super-dinâmica – igual a de muita gente de 40 anos, artista ou não.

No que se refere a estilo, já vimos muitos, por causa dos personagens. A atual, Helô, exibe um cabelo curtinho e liso, que exige manutenção constante, já que ela não tem cabelo liso-escorrido e muito xampu seco, pra que ele não fique “grudado” na cabeça. Acho que combina bem com esse dinamismo da própria Claudia, não acham? Aliás, acho o corte e o estilo da personagem, bem como o da atriz, muito bacanas – despojados, modernos, livres de excessos.  Olha aí:

Pra ver mais de perto:

Uma simplicidade inspiradora, concordam?

E só pra relembrar outros tempos:

Pronto. Inspiração da semana.

As lições das mulheres dos cabelos coloridos

huffington post cabelos coloridos mulheres mais de 50

Viu um monte de jovenzinho por aí de cabelo colorido, teve vontade de fazer igual, mas aí pensou “não tenho mais idade pra isso” e deixou pra lá? Besteira sua! O Huffington Post fez uma matéria ótima mostrando cinquentonas que decidiram deixar as madeixas mega-coloridas.

Não que elas precisem justificar alguma coisa* (se liga asterisco, falo mais sobre isso), mas o maior motivo pra colocar um arco-íris na cabeça é bem simples: é divertido. Como disse a escritora best-seller Amy Tan: “To hell with ‘aging gracefully.’ I’m doing it for myself. It’s fun.” (Vá pro inferno com ‘envelhecer graciosamente’. Eu estou fazendo por mim mesma, é divertido”). Por enquanto não tenho essa vontade de colorir, não, mas como eu acho que se divertir consigo mesmo é sempre muito bom, não descarto.

O mesmo diz Marcia Kester Doyle (na foto acima), de 56 anos, blogueira do “Menopause Mother”:

“I colored my hair these unique shades because it sends a clear message — that a woman my age is still allowed to be FUN. I spent too much of my life trying to fit the mold and please others. Now that I’m older, I do whatever I want and worry less about what others think. My new hair color makes me feel younger, confident and sexy. At our age, we shouldn’t have to worry about what others think. Life is short — enjoy the ride.”

(“Eu colori meu cabelo com esses tons únicos porque passam uma mensagem clara: que ainda é permitido que uma mulher na minha idade se divirta. Eu passei muito tempo da minha vida tentando me moldar pra agradar os outros. Agora que estou mais velha, eu faço o que quero e me preocupo menos com o que os outros pensam. Minha nova cor de cabelo me faz me sentir mais jovem, confiante e sexy. Na nossa idade a gente não deve mais se preocupar com o que os outros pensam. A vida é curta – aproveite a jornada”)

É o mesmo que eu penso quando, no carnaval, saio com minhas plumas no cabelo e purpurina no rosto ou, como coloquei esta semana no Snapchat (segue aí: claudiagiane), que o reaparecimento dos meus cachos nos cabelos, fazento “toin oin oin” me fazem rir – e rir de si é algo fundamental pra ter uma vida mais leve, você sabe.

A matéria completa do Huffington Post traz SETE mulheres de cabelos coloridos e seus depoimentos e você pode vê-la aqui. Mas eu não poderia terminar esse post sem colocar pelo menos uma foto da nossa diva brasileira dos cabelos coloridos, Baby do Brasil, que aos 63 anos continua sendo um arco-íris ambulante. ;)

baby do brasil

Xampu para cavalos: o retorno

mane n tail xampu shampoo

Vocês lembram que lá pelos anos 90  houve uma explosão no uso por pessoas de xampu feito para cavalos? Prometiam, além de cabelos limpos e sedosos, crescimento rápido dos fios. No começo o povo comprava em lojas veterinárias, mas logo toda loja de produtos de beleza tinha essa sensação nas prateleiras.

Pois ele está de volta e sendo vendido até através de uma parceria da rede de farmácia Boots com a Urban Outfitters. São os originais da marca Mane n’ Tail (crina e cauda), que prometem deixar o cabelo limpo sem tirar seus óleos naturais, hidratando e deixando os cabelos leves e brilhosos. Dizem até que Jennifer Aniston estaria usando!

mane-n-tail

Há quem fale que o produto seria muito forte para cabelos e couro cabeludo de humanos, mas o sucesso tem sido grande. O site da própria Mane n’ Tail diz que é a primeira marca de xampus e outros produtos de beleza a romper barreiras e servir tanto a humanos quanto a cavalos e incentiva o seu uso. Mas é bom esclarecer: a marca tem produtos próprios para humanos com o mesmo princípio dos xampus para equinos. E aí, você já usou ou teria coragem pra usar? Digo logo que eu faria esse teste, sim.

Cabelo cinza está na moda!

cabelo prata granny grey silver cinza cinzento hair

Já viram essa? A moda agora é ter o cabelo na cor cinza! Gente famosa e anônima tem aderido a esse estilo, adotando um tom meio “fumaça” às madeixas. Tem que ter uma certa ousadia mesmo, não acham? Tem cinza clarinho, quase grafite e até o branco branquíssimo mesmo. Alguns pintam o cabelo por completo e outras pessoas só fazem algumas luzes. O estilo é também conhecido como “granny hair”, ou seja: cabelo da vovó. Se você resolver aderir é bom estar alerta a alguns pontos:

  • Pra chegar ao tom cinza primeiro é preciso descolorir bastante o seu cabelo. Então é importante escolher um bom profissional e usar bons produtos, além de fazer um teste antes, em um cacho do seu cabelo, pra não correr o risco de ficar careca ou ter alguma alergia.
  • É muito fácil confundir luzes acinzentadas com cabelo que está começando a ficar grisalho. Isso não é problema algum, mas veja se é o que quer.
  • Como se trata de descoloração + tinta é preciso fazer hidratações intensas constantemente.
  • Existem xampus próprios para cabelos cinzentos – o mesmo para não deixar os fios brancos amarelados.

Pra quem acha que a moda só serve para gente novinha-moderninha que não tem um fio branco natural, olha aí essas fotos:

granny hair cabelo branco cabelos cinza grey

Bom, tomara que essa moda permaneça. Acho que pode ser bom para quem quer assumir os fios naturalmente embranquecidos sem um pingo de insegurança.

Os cabelos grisalhos de Kate

kate grey hair cabelos brancos princesa grisalhos grisalha

Imagem: The Daily Beast

Então Nicky Clarke, conhecido “cabeleireiro de famosos” de Londres, declarou ter ficado horrorizado que a raiz dos cabelos da princesa Kate (a duquesa de Cambridge, casada com o príncipe Willian) aparecesse em público com a raiz grisalha, recentemente. O moço classificou os fios brancos dela como algo “desastroso”, que “deveria esconder logo”, já que é um “ícone da moda”. Pra completar, ele também falou que cabelo grisalho só fica bem em homens e que mulheres devem, sim, esconder!

Felizmente muitas vozes surgiram contra esse cara e suas palavras cheias de preconceito etário e sexismo. Afinal, trata-se de algo natural: com a idade, os cabelos vão perdendo a cor – e isso também acontece com mulheres, não só com homens. Há quem não goste disso e tasque uma tinta por cima e outros que, por motivos diversos, deixam os grisalhos aparecerem de boa. Pode ser por alguma alergia, uma promessa, não ter tempo (imagina quem tem filhos pequenos e várias outras atividades!) ou qualquer outra coisa, que inclui simplesmente não se importar. Kate não pintou enquanto estava grávida e enquanto amamenta Charlotte e não colocou isso como prioridade em sua vida, obviamente.

Você também é livre para fazer com os seus fios o que bem entender. Os meus começaram a aparecer ano passado, ainda são poucos, não gosto deles, mas não faço drama a respeito. Fazer como o tal cabeleireiro e chamar isso de “desastroso”é de um exagero que faz até vergonha. Mas me digam vocês: o que acham sobre o que Nicky Clarke falou? E como lidam com os seus fios brancos? Me conta, que eu quero saber!

P.S. Olha a matéria do The Independent sobre o assunto.

A beleza ao longo do tempo

É muito comum que a gente se preocupe com certoes padrões de beleza. Não deveria, mas é natural, né? Então eu achei esse vídeo, que mostra estilos de penteados e maquiagens ao longo dos anos. É bem interessante porque a gente percebe que tem coisas que já saíram da moda, mas combinam bastante com a gente – então e daí que não está mais “in”? Se eu fico bem, combina comigo e eu gosto, quero nem saber se está na moda…eu uso e pronto. Até porque, como você pode ver, tem estilos que se parecem tantos, entre as décadas. Com que década dessas que aparecem você se identifica mais?

Cortes de cabelo para quem chegou aos 40 anos

Quando a gente quer mudar a aparência, parecer mais jovem/madura/descolada/séria ou apenas diferente, quando cansa da gente mesmo e quer variar um bocadinho é comum recorrermos a uma técnica: cortar o cabelo! Há alguns meses eu mesma mudei meu corte de cabelo. Depois de muitos anos alisando com tudo que era técnica (não me arrependo) e com ele longo, longo-parece-promessa, médio e curto, resolvi que queria meus cachos de volta, mas de um jeito que não ficasse parecendo uma arapuca. Então recorri a Ed Silva, do Unique Coiffeur mais uma vez. O mesmo que fez minhas luzes, não sei se você viu quando postei aqui.

Citei logo com quem fiz porque é preciso dizer: se você vai radicalizar (era pra meus cachos reaparecerem depois de mais de 10 anos, gente!), procure um cabeleireiro que seja de sua total confiança. Afinal, todo mundo sabe que “cabelo cresce”, mas muita gente esquece que demora um pouco. Então, lancei o desafio pra Ed fazer meus cachos reaparecerem (eu estava deixando crescer há um tempinho, então o cacheado já estava por baixo do cabelo alisado) e, enquanto isso, conversei com ele sobre cortes de cabelo adequados pra quem é 40+.

long hair

Bem, pessoas de 40 anos de idade de hoje (as #novos40) não aceitariam que fosse “imposto” um corte de cabelo “adequado” à idade, certo? Ainda bem que essa foi a primeira coisa que Ed falou “não existe isso de ‘corte certo’. É o que fica bem para a pessoa, independente da idade”. Mas ele faz o alerta: “o único corte que realmente não fica bem nas mulheres dessa idade é aquele liso bem longo e reto, como a de adolescentes de 15 anos. Isso é querer forçar a barra pra parecer mais jovem. Vale usar longo, mas a sugestão é abrir um pouco, usar camadas aumentadas, que modelam o rosto!.Ela não deve colocar toda a sua força no cabelo, mas descobrir que tem outros pontos fortes”. Ele ainda alerta que cabelos muito grandes fazem a pessoa aparentar ter centímetros a menos.

Corte long bob

Corte long bob

O corte mais usado por mulheres dessa idade – e o mais difícil de errar – é o chamado “long bob“., um corte médio, mas com um repicado suave, bem moderninho, nada muito certinho. “O long bob é um ótimo corte, porque como ele vai até o final do pescoço, acaba por corrigir ombros, disfarça queixo e papada e ainda deixa a mulher com aparência de postura mais reta”, diz Ed, que completa:”é um corte versátil, que combina com a mulher moderna, elétrica, cheia de atividades e vaidosa. Se o cabeleireiro for um bom visagista ele saberá valorizar os pontos fortes e disfarçar os fracos”. Há também um corte entre o curto e o médio, muito bom para mulheres que tem o dia-a-dia mais agitado.

curtinhos

Quer usar curtíssimo? Também pode! “Cortar curtinho é para mulheres de personalidade forte, que não é apegada ao cabelo e leva uma vida dinâmica”, disse Ed. A vantagem desse corte é que não leva muito tempo para pentear, mas é preciso cuidar pra não ficar estranho. Dependendo do corte, dá pra variar o penteado.

julho 2014

Em suma: é você que decide o seu corte de cabelo, não o que revistas ou programas de TV dizem. “Mais do que a idade, é o estilo de vida que define qual o melhor corte de cabelo”, diz Ed. A propósito: Ed conseguiu descobrir meus cachos e estou curtindo meus cabelos como há muitos anos eu não curtia. No começo era quase um long bob, agora já cresceu um bocado e é MESMO um long bob (:P). Bem prático, me deixou mais jovem e “de bem” comigo mesma.

Congresso de Dermatologia traz novidades ao Recife

dermato recife 2014

Se tem uma coisa que os 40 anos trazem são as as consequências de como você tratou a sua pele ao longo do tempo, viu. Sol em excesso, pouca hidratação, esquecer de tirar a maquiagem, falta de protetor solar..tudo aparece, em forma de manchas e rugas. Mas, felizmente, a Medicina no segmento Dermatologia avançou bastante e pode corrigir os efeitos de alguns desses nossos erros do passado, com profissionais atentos, muita pesquisa e Tecnologia.

Isso muito nos interessa, não é verdade? Então fiquem ligados que tem novidades aparecendo por esses dias. É que de hoje até a próxima terça-feira acontece no Centro de Convenções o 69º Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Dermato Recife 2014. Lá estão reunidos profissionais de todo o Brasil e muitos vindos do exterior para trocar experiências, conhecer novas pesquisas, ouvir palestras e saber de tudo que há de mais novo na área. Cosmiatria dermatológica, cirurgia dermatológica e vários tipos de dermatoses serão alguns dos assuntos tratados.

Além das palestras e workshop de que os médicos participarão há também estandes das 65 marcas participantes do evento, mostrando todas as suas novidades. Unilever, Johnson&Johnson, Unilever e Neutrogena são algumas das marcas presentes.

Então é isso. Vou lá ao congresso, munida da minha credencial de Imprensa, para conhecer tudo e trazer aqui pro Novos 40 tudo que seja interessante pra gente, certo? Tenho certeza de que verei muita coisa nova e bacana por lá! Depois eu contudo tudo.

Para saber mais sobre o Dermato Recife 2014, visita esse site AQUI.

P.S. Eu fiquei sabendo das novidades desse Congresso em um almoço promovido pela organização do evento. Lá fiquei conhecendo também a preocupação que tiveram com a questão ambiental: quase nada impresso, muita coisa indo aos congressistas através das redes sociais, nada de imprimir coisa desnecessária e até a bolsa do evento é do tipo que você pode usar depois, tranquilamente. É digno de parabéns, porque dar exemplo de preocupação com o planeta é fundamental!