O que as cores na sua pele revelam sobre a sua saúde e a sua idade

As cores na sua pele podem dizer mais sobre você do que você mesmo imagina. Esse vídeo curtinho do Tech Insider resume bem:

  • Pele mais avermelhada com tons de  um amarelado saudável = pele bem oxigenada e que demonstra bom consumo de carotenoides – que você encontra em vegetais como cenoura, abóbora, manga, brócolis e beterraba. O resultado é aquele tom bronzeado, sabe? Essa é a cor mais relacionada à saúde.
  • À medida que envelhecemos a cor da nossa pele muda
  • Perdemos alguns contrastes no rosto. Olhos, lábios e sobrancelhas se tornam menos vívidos. Portanto, pele de gente mais velha costuma mesmo ter aquele leve tom acinzentado.
  • É comum o aparecimento de manchas, com o passar do tempo – as chamadas “manchas senis”

Daí é válido observar o que é ação do sol, o que é resultado da alimentação e o que apenas é mesmo a ação do tempo, aquela que vai acontecer com todos nós – e que podemos apenas postergar, com alguns cuidados. Interessante, o quanto uma simples observação da pele pode ser reveladora, não?

Como manter a pele oleosa limpa depois dos 40

pele-pessoa-40-anos-oleosa-acneica-produtos

Como uma adulta de mais de 40 anos, que foi uma adolescente de pele oleosa acneica, que ainda tem pele assim, mas que sabe que já não tem aquela pele jovem  faz, hein? Investe em produtos que deixam a pele limpa e com a sensação mais sequinha, ué!  Não é que eu tenha A pele não, viu? Confesso até que preciso voltar a cuidar melhor dela, mas enquanto isso, tenho uma trinca que me salva de perrengues:

  1. Meu protetor solar diário é o Minesol Oil Control, da Roc. Normalmente uso o FPS 30 porque a consistência do 70 era pesada demais, mas já me disseram que agora está igual à do 30, então devo migrar pro de FPS mais alto já na próxima compra. Tentei outros, também excelentes, mas acabo voltando, porque foi o que me deu a sensação de pele mais limpinha, pronta pra passar a maquiagem por cima.
  2. Logo depois do protetor, maquiagem. Aí tenho confissões a fazer: tenho preguiça de me maquiar, acho feio quem usa maquiagem pesada no dia a dia e como ando de transporte público é bem comum que só faça a maquiagem, de modo bem rápido, quando chegue ao trabalho (antes disso, só o protetor solar e um batonzinho). Então a solução mais rápida, prática e, novamente, que seja leve para o rosto oleoso (lembrando: moro em uma cidade quente e úmida) foi o BB Blur Effaclair, da La Roche Posay. Por cima dele há quem coloque pó, mas ele já é feito pra ser tudo isso, então só coloco um blush clarinho, e tô pronta (é só o batom e, quando quero caprichar, um delineador nos olhos, nada mais).
  3. Pra tirar tudo, o gel desincrustante Effaclar, da La Roche Posay foi uma das melhores opções que encontrei até hoje. É pra lavar o rosto de pele oleosa acneica. É tão bom que serve bem para tirar maquiagem, basta usar um pouco menos de água (e depois enxaguar normalmente, claro).

Pronto, esse é meu trio de cuidados mínimos para com a minha pele do rosto. E você, quais são seus produtos preferidos para manter a pele do rosto com sensação de limpa e bem cuidada?

Envelhecer e o Dilema da Beleza

aging

Li hoje um artigo do The NY Times, que achei bastante interessante. Escrito por Debora L. Spar, presidente da Barnard College, Faculdade de Artes que fica em Nova York, a acadêmica tem opiniões fortes, é feminista, inteligente como é de se esperar e traz à tona um dilema: conciliar feminismo e vaidade.

É assim: quem vive o chamado “pós-feminismo” (entenda, o feminismo já posto em prática):  ao mesmo tempo em que muitas mulheres não assumem se submeter a procedimentos cirúrgicos ou estéticos, não se aceita com facilidade os vincos nos rostos, peitos caídos ou fios brancos, por exemplo. Algumas até não fazem plástica, mas fazem preenchimentos com restylane, usam botox ou, pelo menos, pintam o cabelo – como se isso fosse tão diferente assim!

Mas se as mulheres lutam pra serem donas do próprio nariz não estariam no direito de fazerem o que quiserem? Ou será que fazendo isso não praticam indulgência pra agradar à sociedade? Será que se umas deixassem de fazer outras também não se sentiriam livres para seguir o exemplo? Mas quem teria coragem de começar e deixaria as rugas tomarem conta do rosto, sendo atriz famosa de cinema ou uma super executiva, por exemplo?

É esse o dilema idade x beleza que a autora traz e, como ela mesma diz, “trivial, mas, mesmo assim, doloroso”. E, digo mais, é cruel, porque ainda vivemos pensando nisso de “o que os outros pensam”, mesmo sem querer.

Aconselho a leitura. Ele está aqui. Se você não lê em inglês, copia, cola aqui no Google Tradutor que consegue. ;)

Três “truques de beleza” fundamentais

Compra cremes aqui, aplica botox acolá, estica ali…sabe que algumas vezes não precisa de tanto pra ter uma aparência mais saudável, bonita e mesmo mais jovem? Existem três coisinhas básicas que podem passar despercebidas pela gente, de tão óbvias que são, mas que podem fazer uma diferença enorme, viu? Dá uma olhada:

dentes beleza rejuvenescimento

1 – Saúde, limpeza e posição dos dentes – Não é só quando você tem dor de dente que deve ir a um consultório odontológico e cárie não é o único problema que você pode ter. Uma higienização bem feita e tratamento adequado livram você do tártaro, que, além de poder levar você a perder seus dentes, tem um aspecto feio pra danar! Dentes mal alinhados também trazem problemas sérios para a saúde e podem deixar sua boca com um aspecto envelhecido. Se houver esse problema, vale usar aparelho ortodôntico (fiz um post sobre pessoas +40 usando aparelho, ano passado – olha aqui). Em suma: seu rejuvenescimento pode estar num consultório odontológico!

dia ensolarado dica beleza grátis

2 – Sol – A gente sabe bem da importância do protetor solar, tanto para a saúde quanto para garantir a jovialidade da cútis. Mas, veja bem, ninguém precisa fazer cosplay de Família Addams ou de Drácula e fugir de qualquer raiozinho solar. Um solzinho no início da manhã garante uma boa dose de vitamina D e ainda pode trazer aquele rosadinho pro rosto, bem com “carinha de gente saudável’.

copo d'água hidratação

3 – Beba água – Não sei vocês, mas eu passo a maior parte do dia em uma sala com ar condicionado, no trabalho. Isso desidrata que é uma coisa! Seja na forma de água mesmo, de suco ou frutas, lembre-se de constantemente se re-hidratar! Isso faz diferença internamente, pro melhor funcionamento dos seus rins e intestino, por exemplo (neste último, deixe-me dizer: o funcionamento perfeito do intestino garante até a melhora do humor!), mas também se reflete no seu exterior, na aparência da sua pele, cabelo e até unhas!

Viu só? Três dicas de beleza simples, que não precisam de um creminho caríssimo, mas que são fundamentais pra estar e parecer bem.

Plástica pra quê? – Entrevista!

cirurgia plastica

Esta semana tive um papo bem interessante com o cirurgião plástico pernambucano Ernani Coelho Alencar. Como as cirurgias têm sido cada vez mais procuradas para corrigir alguns problemas ou retocar partes do corpo para que as pessoas sintam-se melhores consigo e, ainda, estão mais acessíveis, achei por bem trazer essa conversa pra cá. Até porque depois dos 40, de acordo com o próprio médico, temos um público que já sabe no que quer ou não mexer no corpo e com poder aquisitivo pra fazer essas intervenções.

cirurgião plástico ernani coelho alencar

Vamos à entrevista

O que as pessoas com mais de 40 anos normalmente buscam quando pensam em fazer cirurgia plástica estética?

Hoje em dia as pessoas, especificamente, as mulheres de 40 anos são muito diferentes do que eram há alguns anos. Elas têm muito cuidado com o corpo, frequentam academia e fazem dieta. Entre os 35 e 40 algumas estão no pós última gravidez, então querem “arrumar a casa”, cuidar do que ficou fora do lugar, tirar o excesso de pele. É quando muitas colocam próteses nos seios e fazem lipoaspiração, este último também bem comum entre os homens, que querem tirar aquela gordurinha que não sai com facilidade na academia. 

Entre os 40 e os 50 anos é um momento de transição, em que algumas começam a se preocupar também com o rosto. No corpo, continuam as lipo, mas algumas, quando colocam as próteses de mama também já fazem a mastopexia, que é suspender os seios.

Quanto custa, em média, fazer uma cirurgia plástica, hoje?

Depende do local, da extensão e do que vai precisar, mas hoje, com 20 mil reais você faz plástica do que quiser, mesmo as combinadas (cirurgia de mais de uma parte do corpo, como próteses + lipoaspiração). É bem mais acessível do que muitos pensam. 

O que você destacaria de diferente entre as pessoas de 40 anos de hoje de um tempo atrás?

Há pouco tempo quem tinha 40 anos parecia mais com uma pessoa de 50. Hoje quem está por volta dos 40 anos de idade se confunde facilmente com quem tem 30 anos, especialmente no corpo, já que se cuidam bem. Como se cuidam mais, a pele é melhor e os resultados das cirurgias também se mostram cada vez melhores. A próxima geração, que hoje está começando os 20 anos, deveria ficar mais atenta aos de 40 de hoje, porque o sedentarismo e a obesidade estão aí, então é melhor se ligar logo. 

Quais são os motivos que levam alguém a passar por uma cirurgia plástica estética depois dos 40 anos?

Porque querem se sentir bem consigo, vestir uma roupa provocante, por exemplo, e se sentir bem. Algumas dessas pessoas até quiseram fazer antes, mas não tinham condições financeiras ou mesmo diziam que seria melhor “esperar” – por exemplo, erradamente se dizia que só poderiam fazer algum procedimento de mamas depois que engravidassem e tivessem filhos, quando até podem fazer antes. Os homens hoje também têm menos receio de assumir a própria vaidade. 

Depois dos 40 começam a se preocupar com o rosto. Na verdade, depois dos 45 anos vêm preocupações com rugas, linhas de expressão, flacidez do rosto.

O que mudou nas cirurgias plásticas de rosto?

A forma de fazer as cirurgias mudou, as técnicas são diferentes, menos invasivas. Aliás, de modo geral, as cirurgias são menos traumáticas e de recuperação mais rápida. No rosto, a pele não fica tão esticada, os resultados são bem mais naturais do que eram há algum tempo. Não ficam todos com um rosto padrão de quem fez plástica, tem-se um resultado bonito e harmônico, que é o que todos querem. Não querem ficar parecidas como uma pessoa famosa, mas apenas melhorar o que são. 

Por onde normalmente começam?

Normalmente é por algo simples, que não é cirurgia, como o botox. Hoje talvez poque popularizou, há quem fale mal de botox, digam que se usa sem precisar, mas é algo fantástico, nem cirurgia tem resultados tão bons e pode ser feito a cada seis meses, sem problemas.  Depois partem para outras coisas, como levantar pálpebras. 

O que destacaria nesse público de 40 anos?

Homens e mulheres, quando chegam nessa idade, sabem que não têm obrigação de dar satisfação a ninguém – se quer fazer, faz, não precisa pedir autorização a ninguém e nem precisa da opinião alheia. O paciente faz a cirurgia porque quer o melhor para si, querem se sentir bem consigo mesmos. Se há algo que incomoda, vão a um cirurgião plástico e mudam. 

É isso, gente. Não entendam a entrevista como um incentivo para que façam cirurgias plásticas, mas apenas um esclarecimento de como estão as coisas hoje e o que outras pessoas de 40 anos têm feito. Se está feliz do modo que está hoje, maravilha! Se tem vontade de fazer uma plástica, procure um bom profissional, cheque todas as referências e vá.

É lembrar que isso não vai resolver todos os seus problemas e que seus 20 anos não voltarão assim – mas, afinal, nós somos #Novos40, não precisamos voltar no tempo, precisamos é viver bem conosco!

  • O cirurgião plástico Ernani Coelho atende no Recife e em Caruaru e Petrolina. Você acha os contatos dele aqui.

Novidades no mundo da beleza – Hairnor 2016

HAIRNOR 2016 glam

Se tem um mercado que vai bem no Brasil, mesmo com crise, é o de beleza, viu? Somos um povo bem vaidoso, e, se não dá pra comprar o mega produto novo pro cabelo, compra-se pelo menos um esmalte ou um sabonete diferente. Então é claro que os profissionais do segmento sempre têm que estar atrás de novidades em produtos e serviços para atender o cliente da melhor forma e conseguir a fidelidade dele. Por isso tudo, não é de estranhar o que vi na Hairnor, uma das maiores feiras de beleza do Nordeste, que aconteceu no último final de semana e segunda-feira, no Centro de Convenções de Pernambuco: uma multidão!

Cabeleireiros, maquiadores, barbeiros, esteticistas, representantes da indústria de cosméticos, donos de loja e, claro, muitos clientes finais, como eu e você, doidos pra saber o que está bombando nos bons salões e o que ainda deve vir por aí. Uma coisa bem bacana é que quase todos os estandes de produtos de beleza ou, por exemplo, chapinhas e secadores, tinham profissionais fazendo demonstrações na hora – aí a gente já tem uma ideia de resultados.

hairnor 2016 produtos

Entre as coisas que vi e mais curti:

  • Tem muitos produtos pra progressiva e tratamentos afins pra alisar, mas também encontrei muita coisa pra quem quer usar os cachos que lhes são naturais. Aliás, muitas meninas e meninos exibindo cachos e cabeleiras black pelos corredores e mostrando que sabem bem como cuidar das madeixas. Acho isso muito arretado!
  • Bem, tem quem goste dos fios mega-lisos mesmo e não vejo nada de errado nisso. Liberdade é cada um poder fazer o que bem entender das madeixas, afinal. Entre as coisas que vi pra se tornar “índia-seus-cabelos-nos-ombros-caídos” vi alguns “xampus que alisam“. Já tinha visto a propaganda de uma marca e ficava intrigada, de como um xampu, de passar no chuveiro, poderia fazer isso. Mas, não é assim. Trata-se sim, de um processo químico e tem que ser feito por um profissional. O diferencial é que está tudo em um produto só, o modo de aplicar é mais simples e eles são bem seguros. Então tá. Vê se não se arrisca a fazer sozinha.
  • Muitas cores para os cabelos que não eram, originalmente, “cor de cabelo”. Azul, roxo, verde…você pode ter um arco-iris na sua cabeça! Mas se quer usar uma “cor de cabelo”, também tem – inclusive vi vários produtos para quem quer assumir seus cabelos brancos e quer deixá-los num tom bonito, sem estar amarelado – esse fenômeno do tanto de produtos desse tipo também se deve à moda de descolorir os fios até ficarem acinzentados, que muita gente tem adotado.
  • Um serviço que tem se expandido é o de depilação a laser. Aliás, acho ótimo, porque TAÍ uma coisa que tenho vontade de fazer (como disse Rita Lee, ‘um dia quero ser índio”). Quanto mais clínicas dermatológicas e serviços de estética investirem em boas máquinas e bons profissionais, melhor pra gente: a tendência é que o preço se torne mais acessível para trabalhos de bons resultados.

A Hairnor durou três dias, mas eu só fui na segunda-feira, então é claro que ficou muita coisa de fora da minha observação. Eu queria, por exemplo, ter ficado mais tempo na área dos procedimentos estéticos, pra conversar melhor com quem estava por lá e ficar por dentro das novidades. Havia alguns estandes com vendas de produtos, mas comprei apenas alguns esmaltes e preferi pesquisar melhor sobre outras coisas de que gostei. De qualquer modo, valeu bastante a visita à feira. A organização da Hairnor diz que 40 mil pessoas devem ter visitado os estandes de 147 expositores, que trouxeram mais de 1300 marcas ao evento.

Maquiagem com efeito “blur”

maquiagem make up base efeito blur effect

Quem já usou algum editor de imagens ou, pelo menos, o Instagram sabe do que se trata o efeito “blur”, ou seja, desfocado – ele dá uma certa “borrada” que faz com que a gente não perceba certos detalhes, aquilo que faz a gente dizer “minha pele ficou ótima nessa foto, queria esse filtro pra vida real”. Pois existe isso sim, gente. Várias marcas tem produtos com esse tal efeito blur, pra dar uma disfarçada melhor em manchas e ruguinhas, por exemplo.

Estive pesquisando alguns desses produtos, com objetivo de comprar um. Estou pendendo pra comprar esse da La Roche Posay na foto acima, apenas porque eu uso o gel de lavar o rosto da mesma marca e linha, pra peles bem oleosas, como a minha – sem contar que moro em uma cidade de clima quente e úmido, então quanto mais o produto tem a capacidade de deixar a pele sequinha, melhor pra mim. Mas fiz um resumo do que li sobre cada um desses produtos da foto:

  • Revitalift Blur Mágico, da L’Oreal – é chamado de “alisador instantâneo da pele”, por apagar em segundos a aparência (veja bem, só a aparência) de rugas e linhas de expressão. Serve para todos os tipos de pele.
  • Effaclar BB Blur, da La Roche Posay – não é apenas um primer, como alguns, ele já é uma base mesmo, então tem cor. Como toda a linha Effaclar, ele é feito para quem tem pele oleosa (eu uso o gel de limpeza do rosto há anos e gosto bastante). Esse é o que tenho pensado em comprar.
  • Pores no More, Dr. Brant – taí uma marca que eu não conhecia, mas sobre a qual já li bastante – só coisa boa. Não se trata de só um produto, mas de uma linha  que não apenas disfarçam os poros dilatados, mas tratam a oleosidade. Entre esses produtos – aí, sim! – tem um creme que dá um efeito “mate”, opaco, à pele.
  • Natura Blur Me – ajuda no controle da oleosidade e no disfarce de marcas de sinais, poros, rugas e de expressão, podendo ser utilizado com ou sem maquiagem.
  • Wonderblur – o slogan aqui é “Drops of Youth” (gotas de juventude), que já diz bem ao que veio. O produto é da The Body Shop e se mostra como um último passo na rotina de beleza de quem usa. Além de uniformizar e matificar a pele, inclusive diminuindo as linhas de expressão, dizem que a pele fica hidratada por até 12 horas – o que, no final das contas, também ajuda a pele a ter menos marcas, sem disfarces, depois de um tempo.

Então, mesmo quando não é uma solução definitiva, mas apenas um disfarce, em parte dos produtos, que achei com um pesquisa rápida, há também um “efeito pós” – usando um deles, depois de um tempo, pode dar uma boa melhorada na sua pele. E você, o que usa para ter esse effeito Blur?

Xampu para cavalos: o retorno

mane n tail xampu shampoo

Vocês lembram que lá pelos anos 90  houve uma explosão no uso por pessoas de xampu feito para cavalos? Prometiam, além de cabelos limpos e sedosos, crescimento rápido dos fios. No começo o povo comprava em lojas veterinárias, mas logo toda loja de produtos de beleza tinha essa sensação nas prateleiras.

Pois ele está de volta e sendo vendido até através de uma parceria da rede de farmácia Boots com a Urban Outfitters. São os originais da marca Mane n’ Tail (crina e cauda), que prometem deixar o cabelo limpo sem tirar seus óleos naturais, hidratando e deixando os cabelos leves e brilhosos. Dizem até que Jennifer Aniston estaria usando!

mane-n-tail

Há quem fale que o produto seria muito forte para cabelos e couro cabeludo de humanos, mas o sucesso tem sido grande. O site da própria Mane n’ Tail diz que é a primeira marca de xampus e outros produtos de beleza a romper barreiras e servir tanto a humanos quanto a cavalos e incentiva o seu uso. Mas é bom esclarecer: a marca tem produtos próprios para humanos com o mesmo princípio dos xampus para equinos. E aí, você já usou ou teria coragem pra usar? Digo logo que eu faria esse teste, sim.

A Bela Velhice – vídeo

O tamanho da vaidade no Brasil. De um lado, algo positivo: a mulher brasileira investe cada vez mais em si mesma. De outro, o negativo: uma insatisfação eterna consigo. Aceitar o processo de envelhecimento ou tentar se “congelar” no tempo? Esse vídeo da antropóloga e escritora Miriam Goldenberg é bem curtinho, tem menos de cinco minutos, mas faz pensar um bocadinho a este respeito. Olha só:

a bela velhice | com mírian goldenberg from Henrique Lukas on Vimeo.

O vídeo trata do livro “A Bela Velhice”, de autoria da própria Miriam Goldenberg e lançado em 2013. Na obra ela trata do envelhecimento da sociedade, do significado de “envelhecer” na nossa cultura, sobre felicidade na velhice, ao mostrar que a “bela velhice” está ligada a um “belo projeto de vida”.

Taí um livro que preciso ler, afinal, estou envelhecendo – não a partir dos 40, mas desde que nasci, assim como você e qualquer outra pessoa, certo?

Dicas para cuidar da pele para pessoas esquecidas

lavar rosto pele jovem

Nunca fui a que passa muitos cremes na pele, sabe? Não sei se é preguiça ou esquecimento mesmo. Na adolescência só tomava jeito quando estava em fase de algum tratamento mais pesado contra acne. Acho que só de alguns anos pra cá tenho tentado ter o hábito de cuidar mais, de dar a devida atenção à pele, mas ainda não dedico o tempo ideal a isso. Então deixo aqui aquelas dicas “faça pelo menos isso, vá”, que é o que procuro fazer pra não ficar com a pele tão manchada (mais do que já é, problema típico de quem tem sardas) e “encriquilhada” no futuro:

  1. Lave com o sabonete adequado. O meu é para pele oleosa com tendência a acne. Bem, eu lavo o rosto e escovo os dentes assim que acordo e logo que chego em casa, após o trabalho, então faço logo com o sabonete correto. Ficam lá na pia, um comum, pra lavar as mãos, e ele. Mas uma dica é deixá-lo dentro do box do banho. Então você lava o corpo com um e troca pelo específico quando lavar o rosto. Sim, porque o banho você não esquece de tomar, né?
  2. Esfoliar rosto e corpo – cada um com seu produto adequado, claro. Confesso que não lembro muito de esfoliar o corpo. Vale a mesma dica do sabonete: deixa dentro do box e lembra de fazer isso na hora do banho. Vale deixar uma daquelas cestinhas que pendura na torneira só com esses produtos “especiais” – vai ser um banho bem completo e vai ser mais difícil esquecer ou ter preguiça de fazer .
  3. “Use protetor solar”, já disse Bial. Sério, use mesmo, não só quando for à praia, mas também para ir ao trabalho, passear, ao supermercado, passear com o cachorro, cuidar do jardim…use! Eu confesso que preciso me esforçar pra lembrar de passar no corpo, mas tento. No rosto, faço questão de passar. Meu “segredo” é usar um que deixa a pele bem sequinha, que dá uma sensação bem agradável. Assim eu gosto tanto que acabo não esquecendo. Ah, tenho um protetor solar na pia, perto da pasta de dentes (cuidado pra não confundir!), já que nunca esqueço de escovar os dentes e outro na bolsa, em um bolso onde guardo cartão de ônibus e o crachá do trabalho.
  4. Hidrate seu corpo, por dentro e por fora. Tome bastante líquido, isso você sabe bem que é necessário, não só pra deixar a pele e o cabelo bacanas, mas pra “lubrificar” o seu corpo por dentro e deixar a sua “máquina” funcionando bem.  Eu gosto bastante de beber água, então não tenho problemas com isso, mas deixo um copão cheio na minha mesa do trabalho e outro na mesinha de cabeceira do meu quarto, pra nunca ter a desculpa da “preguiça de pegar água longe”. Já para passar cremes hidratantes no corpo,  eu deixo ao lado da cama, pra passar pelo menos na hora de dormir. Pois é, nisso ainda estou falhando.

Sim, eu sei que isso tudo é insuficiente pra garantir uma pele bonita, mas são passos simples e importantes para que ela não fique realmente em um estado ruim. Conselhos médicos são fundamentais pra saber o que é melhor pra sua pele, mas esses atos pequenos acima não fazem mal algum. Eles devem se tornar habituais – especialmente agora que estamos na casa dos 40 anos. Aqui a questão não é aparência, mas a saúde da sua pele.