Beleza natural no calendário Pirelli

O famoso calendário Pirelli, mais uma vez, virá digno de aplausos em 2017, dando continuidade ao projeto de dar cartaz (com trocadilho) a mulheres influentes, importantes, em vez de apenas rostinhos e corpinhos bonitos e retocados. Aliás, assim como em 2016, as mulheres vêm como são, de modo irretocável, em suas belezas naturais – e o resultado é lindo! Como não poderia deixar de ser, claro que há várias mulheres com mais de 40 anos entre as que figuram o calendário Pirelli 2017. Olha só, que beleza:

Robin Wright, 50

Robin Wright, 50

Nicole Kidman, 49

Nicole Kidman, 49

Uma Thurman, 46

Uma Thurman, 46

Julianne Moore, 56

Julianne Moore, 56

Kate Winslet, 41

Kate Winslet, 41

Helen Mirren, 71

Helen Mirren, 71

Não sei vocês, mas eu senti uma força incrível dessas foto. O calendário ainda conta com nomes como Lupita Nyong’o, Jessica Chastain e Penelope Cruz, entre outras. Eu acho que desde que o calendário Pirelli assumiu essa linha ele atingiu um outro nível, um patamar bem mais elevado de qualidade (mesmo já sendo o calendário mais famoso do mundo, há anos), por ter um recado real a passar, do que realmente é belo. As imagens foram feitas pelo fotógrafo alemão Peter Lindbergh.

Você pode ver mais informações no site Pirelli.com.

Bridget Jones vai ter um Bebê!

bridget-jones-gallery-01

Fui ver o novo filme de Bridget Jones, O Bebê de Bridget Jones” e, devo dizer: fui com um pé atrás, porque quando li o último livro da série, “Bridget Jones: Louca pelo Garoto” (Helen Fielding), eu não curti, perdi um pouco do encanto pela nossa querida jornalista britânica, sabe? Mas, enfim, recebi o convite pra ir à cabine de jornalistas do filme e recuperei todo o amor, carinho e amizade por Bridget, essa nossa amiga querida, que bem poderia ser uma leitora do Novos40, já que tem 43 anos.

bridget-jones-gallery-06

Enfim, fiz uma listinha de dez impressões, pensamentos e outras coisas bem minhas sobre O Bebê de Bridget Jones:

  1. O filme não tem um roteiro baseado em livros Bridget. É como se fosse feito nos  “livros apócrifos” a respeito Jones. Portanto, você não vai ter lido sobre essa fase, o que é bem bacana, pra se surpreender – como se algumas coisas não fossem bem previsíveis em comédias românticas, né?
  2. Príncipe encantado, que não tem título de nobreza, mas é rico pra danar e que coloca sapatinho no pé e tudo? Só mesmo numa comédia romântica! Se ele for Patrick Dempsey, ainda…eitAH!
  3. O descaso com que ela trata a profissão no livro “Bridget Jones e o Garoto” é o mesmo de “O Bebê de Bridget Jones”…e não acho que é por também ser jornalista, mas por saber quanto valorizo ter meu próprio dinheiro, mas isso me irrita na personagem, desde sempre.
  4. Continuo querendo ser amiga dos melhores amigos de Bridget – e dela, claro.
  5.  Bacana o modo como os possíveis pais do bebê de Bridget  (e o pai dela) a tratam, nesse imbroglio – confesso que esperava, já com pedras nas mãos, algo mais machista de Mark Darcy – que, aliás…
  6. Mr. Darcy, que evolução, hein…envelhecendo com a mente bem melhor, ahn? Tô curtindo…
  7. Também quero fazer um camping, ou melhor, um glampimgo tal acampamento com glamour (glamour + camping = glamping). Ridículo, eu sei, mas e daí? Depois dos 40 adoraria me dar esse luxo, isso sim! Aliás, falei sobre esse tipo de acampamento em um post antigo aqui no blog, viu?
  8. Não fui a única do cinema a rir de me acabar. Todo mundo que estava no cinema se acabou em gargalhar. :D
  9. Ok, preciso confessar: me emocionei em várias cenas e até caíram algumas lágrimas. Lembrei do namorado que foi ao cinema comigo assistir o primeiro Bridget Jones e eu achava ser meu Mr. Darcy, em 2001 (o namoro acabou no ano seguinte), lembrei dos diários que tive, da possibilidade de ser uma quarentona solteira e…caíram lágrimas.
  10. Enfim, lembrei que ano que vem farei 43 anos, idade da personagem, que, no filme está grávida e eu não tenho filhos e nem sei se quero tê-los!  Mas o filme, no final de contas, é sobre um novo passo na vida da personagem.

bridget-jones-gallery-05

É isso: compre o pacotão de pipoca e vá curtir a jornalista britânica mais amada, que agora também é #Novos40: aos 43 anos, O Bebê de Bridget Jones é bem filme mesmo, totalmente irreal,, comédia romântica boa de assistir, que a gente queria que acontecesse, pelo menos uma partezinha e é pra se divertir, não pra analisar. Estreia na próxima quinta-feira (29) nos cinemas. A diversão é mais que garantida!

Fotos: Divulgação

Gillian Anderson Bond?

Normalmente não dou atenção ou não curto boatos, mas quando acontece de surgir um que é bacana e, ao mesmo tempo, surpreendente, não tem como não curtir. Como esse, de que a atriz Gillian Anderson, a Scully de Arquivo X, poderia ser a nova 007. A história surgiu depois de uma votação que apareceu pelo Twitter, com a hashtag #NextBond (próximo Bond) e o nome da atriz apareceu como favorito entre fãs. Aí, pra completar, a própria Gillian aparece no Twitter para agradecer pelos votos e publica essa imagem, com uma montagem, feita pela argentina Karla Carbajal, fã da atriz, da foto dela sobre um pôster de 007!

gilliananderson007

O que vocês acham da ideia, hein? O Mashable publicou uma lista de outras mulheres que também poderiam fazer bonito como 007. É só especulação mesmo, mas gostaram das possibilidades? A propósito: Gillian Anderson tem 47 anos – essa casa dos 40 é excelente para carregar o sobrenome “Bond”, concordam?

Estilo +40: Charlize Theron

Como algumas pessoas me pediram para escrever mais sobre moda e estilo, resolvi fazer alguns posts mostrando gente famosa que estão na casa dos 40 anos que podem servir de inspiração.

Pra iniciar essa coluna de estilo pra quem tem +40 escolhi a atriz Charlize Theron, que fez 40 anos no dia 07 de agosto. Bem, ela é alta, linda, em forma e foi modelo, o que facilita em muita coisa – é aquele tipo que fica bem até vestida com saco de estopa, né? Mas ela tem um jeito interessante de se vestir, que serve pra todo mundo.

Primeiro, uma olhadinha em como ela se veste para festas e premiações, quando precisa estar bem elegante:

charlize theron festa party

Percebam que até quando o vestido é bem luxuoso, como nas duas primeiras fotos, o estilo é de traços simples, sem enfeites, nada exagerado. Agora dá uma olhada no que ela costuma usar no dia a dia:

charlize theron fashion moda

charlize theron teron charliseSeja sendo entrevistada em um programa de TV, passeando com o filho, em uma festa de premiação que não exija luxo ou simplesmente pelas ruas, em seus compromissos comuns, ela usa muito jeans, calças sequinhas, camisas folgadas, regatas e calça muitas sandálias rasteiras. A prioridade, como você vê, é o conforto! Shorts e saias mostram as pernas longas e decotes valorizam o colo de seios pequenos.

A capa da revista Esquire, da montagem acima, foi fiel ao estilo da atriz. Um estilo, aliás, bem fácil de copiar e que, pela simplicidade, dificilmente ficaria feio em alguém, já que pode ser adaptado a qualquer pessoa, mesmo não tendo o corpo longilíneo de Charlize. Aprovado para o nosso dia a dia também!

 

Sharon Stone, nua aos 57, diz o que é sexy

sharon stone naked magazine capa revista

Sexy é você, Sharon Stone! Dá vontade é de gritar isso pra atriz, famosa, entre outros papeis, pelo interpretado em Instinto Selvagem, está nua, aos 57 (!!!) anos na capa da Harper’s Bazaar. Ela falou à revista sobre o que é ser sexy, hoje.

Ok, ela está linda nessas fotos, com ou sem photoshop. Mas o que ela revela à revista sobre ela mesma também é muito interessante. Por exemplo, ela falou sobre como lida com a imagem e o corpo que tem hoje: “Estou ciente que minha bunda parece saquinhos de aveia, mas eu não estou tentando ser a que tem a melhor aparência no mundo”, ela disse. A atriz completa: “Em um certo ponto [da vida] você começa a se perguntar: o que é, de fato, sexy? Não é apenas a elevação dos seus seios. É sobre estar presente, se divertir e gostar de si mesmo e gostar de você mesmo o suficiente para gostar da pessoa que está com você“.

sharon stone nua

Imagina como deve ser para ela ter as pessoas comparando o que ela é hoje como era na época de Instinto Selvagem, quando tinha 34 anos! Sobre isso ela diz que se ela também quisesse insistir em ser a mesma pessoa, com o mesmo físico, todos ali (no estúdio para fazer as fotos dela nua para a capa da Harper’s Bazaar, estariam tendo um péssimo dia).

Veja bem: Sharon começou a trabalhar como modelo aos 19, foi um grande fenomeno nos anos 90, mas precisou se reinventar quando já tinha mais de 40 anos. Em 2001, quando estava com 43 anos, ela sofreu um aneurisma bem sério, do qual precisou de dois anos apenas para recuperar a fala e o caminhar. Ainda enfrentou a separação do então marido e a perda da guarda do filho. Passou um grande tempo sem representar e voltou em um papel pequeno em uma série de TV – na qual teve dificuldade de decorar as falas. Enfrentou ainda a separação do marido e a perda da guarda do filho. Mas deu a volta por cima e está pra estrear no novo Arquivo X como a vice-presidente americana.

Altos e baixos na carreira e na vida pessoal. Precisa estar atenta à saúde. Linda, inteligente, bem-humorada, mas diz que tem dificuldade em namorar ou mesmo conseguir companhia para sair. Isso tudo é uma pessoa que, cronologicamente, talvez não seja mais considerada jovem, mas que, emocionalmente e racionalmente, tem bom humor, ri de si e se gosta -e diz que é isso que a faz sexy. Se você se identifica com as dificuldades, talvez seja uma boa também começar a agir positivamente, como ela tem procurado fazer, não acha? ISSO é ser sexy, afinal.

Aconselho ler a matéria completa na Harper’s Bazaar.

 

Jane Fonda fantástica na W Magazine

jane-fonda-cover-W magazine

Ela já passou dos 40 há tempos. Aliás, não faltam muitos anos para ter o dobro disso. A atriz Jane Fonda, aos 77 anos, está soberba na capa da W. Magazine! E só agora ela recebe um título que até então desconhecia: o de ícone da moda. Vi em algumas entrevistas que ela está achando isso ao máximo, principalmente porque nunca se achou “da moda”.

O estilo dela fora das telas até pode ter sido sempre mais despojado, mas desde sempre – especialmente em Barbarela – Jane Fonda é ícone de moda, sim. O segredo para escolher o que usa ela diz que é saber exatamente o que gosta ou não gosta no seu corpo – dica sempre válida pra todo mundo.

A atriz está em evidência por causa da série “Grace & Frankie”, que faz com a amiga Lily Tomlin, onde fazem o papel de duas mulheres septuagenárias que são abandonadas pelos maridos e tem que se “reinventar”. É uma comédia e o trabalho reedita a parceria entre as duas amigas, que vem desde “Como eliminar seu chefe”, de 1980.

Aliás, na entrevista à W Magazine Jane falou das vezes que também se “reinventou”, por vários motivos – dinheiro, carreira, amor, divórcios. Uma dessas “viradas” aconteceu quando já estava com 63 anos. Ativista, talentosa, bonita, inteligente, simpática e consciente do seu potencial – Jane Fonda é um exemplo de pessoa de atitude. Assim como ela existem muitas pessoas – homens e mulheres – assim, super ativos aos 70 anos – bem diferente do que se imaginava de um septuagenário anos atrás. Então nós, na casa dos #Novos40, também podemos mostrar que ter quatro décadas hoje também é bem diferente do que se imaginava há alguns anos. Que tal?

Confira a matéria completa sobre Jane Fonda no site da W. Magazine.

Jennifer Aniston e a eterna cobrança

aniston-jennifer 45 anos

Estava dando uma lida nessa matéria no site da Vanity Fair, sobre a atriz americana Jennifer Aniston, do fato de ela e o ex-marido Brad Pitt se desejarem “good wishes” (bons votos) em tudo que fazem e tal.. Mas o que me chamou atenção mesmo foi o lamento do começo da matéria, de que mesmo que ela ganhasse o Oscar e descobrisse a cura para várias doenças, entre outras coisas, os repórteres continuariam perguntando sobre duas coisas: o relacionamento com Brad Pitt e o fato de ela ainda não ter filhos.

A própria atriz se diz frustrada: “isso é continuamento dito sobre mim, que eu sou tão direcionada à minha carreira, tão focada em mim mesma que eu não quero ser mãe e quão egoísta é isso(…) Eu não gosto (da pressão) que as pessoas colocam sobre mim, sobre as mulheres- de que você teria falhado como fêmea se não tiver procriado”*.
Imagino que as cobranças sejam muitas mesmo, principalmente com gente dizendo “mas ela já tem 45 anos, tem que correr com isso de ter filhos!”. É possível que muita gente (especialmente mulheres, pela questão biológica mesmo), assim como a Jennifer Aniston, já tenham recebido as mesmas cobranças, porque parece que não basta ser  honesta, estar bem, curtir o seu momento…cobram que “é preciso” casar e ter filhos.
Veja só: tem quem não queira isso para si e está tudo bem. E tem quem queira, mas ainda não conseguiu, por qualquer motivo que seja – e, neste caso, já bastam as pressões internas.Se é assim para as “pessoas comuns”, imagina para ela que é famosa e está na mídia o tempo todo! Agora, veja só: ela é bem-sucedida, linda, dizem ser simpática, tem novos projetos…tão a cara da geração #Novos40, mas tem gente que só foca no que não está no “pacote”.
Sabe de uma coisa? Não é porque alguém me cobra que eu já deveria estar casada e ter um filho que vou sair por aí enloquecida, colocar um “procura-se marido” ou engravidando de um cara qualquer. Quando for o tempo, será. Se não acontecer, não acontecerá. E se isso me frustar muito, aprenderei a lidar, como aprendi tantas outras coisas ao longo da vida. Então é isso: Jen, te entendo, amiga. #tamojunta!