Mudar de carreira depois dos 40: será que dá?

mudar carreira depois dos 40

Um ano novinho em folha vindo por aí e muita gente começa a fazer planos para os dias que estão por vir. Isso inclui, algumas vezes, mudar de carreira. Mas, a gente sabe: isso já não é tão fácil, menos ainda para quem já passou dos 40 anos. Mas não pense que é tarde demais, ainda dá pra mudar, sim, em qualquer idade! A questão é que você vai ter que se dedicar bastante a isso, como teria com qualquer outro negócio, mas aqui a questão é mostrar o seu diferencial e as vantagens de contratarem uma pessoa com mais idade.

A questão da experiência pode ser bem positiva, se mostrada do modo correto. É possível, afinal, que você tenha passado por situações que os mais jovens ainda não vivenciaram e saberá com mais facilidade como agir naquele momento. Também pode ser que, a esta altura do campeonato, você já tenha formado uma boa rede de relacionamentos – isso conta bastante, em qualquer tipo de trabalho. Além disso, já sabe que comportamentos podem atrapalhar o sucesso de uma carreira e já tem maturidade para saber como lidar com diversos públicos.

Bem, o Uol publicou uma matéria bem interessante, com dicas para quem quer mudar de carreira mas acha que já passou da idade. Pode tratar de arregaçar as mangas e “botar pra moer”! Ainda dá tempo de traçar e seguir novos rumos, sim!

A cheerleader de 40 anos

Lopez – 40 year old cheerleader from TheNWTGroup on Vimeo.

Olha aí uma história do tipo “nunca é tarde para realizar seus sonhos”. A americana Kriste Lewis havia sido cheerleader – você sabe, uma líder de torcida, daquelas que aparecem fazendo performances bem bacanas nos jogos de vários esportes – na época do colégio. Mas, enfim, ela , que é instrutora de dança, sempre quis voltar a ser cheerleader, mas casou, teve filhos e deixou esse sonho pra lá.

Mas um dia Kriste descobriu ter um problema bem grave nos rins, que já matou vários familiares seus e que pode levá-la a ter que fazer diálise e talvez até passar por um transplante. Então ela decidiu que não perderia mais tempo, que seria feliz e realizaria seu grande sonho.Se inscreveu no concurso do New Orleans Saints, que joga na atual temporada da NFL. Competindo com meninas que tem entre 18 e 28 anos, Kriste foi uma das escolhidas e fará sua estreia por esses dias. Sim, era a mais velha entre as candidatas e só há, em toda a NFL, uma cheerleader mais velha que ela (com 45 anos, que também começou aos 40). O marido e os dois filhos? Apoio total para que ela realizasse esse sonho.

Do jeito que ela está animada, tenho certeza de que, se tem outros sonhos, também vai correr atrás pra realizá-los. Afinal, como eu disse no comecinho do texto, nunca é tarde para tentar, não é mesmo? Taí uma boa representante desses nossos #novos40!

Como entrar no mercado de trabalho depois de fazer 40 anos?

Vi esse vídeo bem bacana no site da revista Exame e percebi que combina muito com o Novos40. Nele o empresário Carlos Felícimo Ferreira, fundador do Group4, empresa que tem, entre suas atividades, o recrutamento de profissionais para grandes grupos fala a respeito de contratações de pessoas que tem a partir dos 40 anos de idade.

Será que o mercado de trabalho abre portas para quem já entrou nos “enta” ou não há chances disso acontecer? Que fatores estão envolvidos? Qual a importância da idade nisso tudo? O que será mais importante para garantir o sucesso em uma oportunidade?

Bem, só para citar um exemplo, que não é exatamente “entrar” no mercado de trabalho,, mas de mudança de caminho, não tenho do que reclamar: mudei de emprego em dezembro passado, a dois meses de completar 40 anos. Saí de uma empresa em que gostava de trabalhar, mas, para dar uma sacolejada na criatividade eu necessitava de algo novo, então vim trabalhar em outra empresa, que eu já conhecia e admirava, e estou bem feliz. Melhor ainda: há um tempinho encontrei uma colega que tem uma assessoria de imprensa que confessou a mim e à minha atual chefe que só estava esperando que eu saísse de onde estou hoje (entrei como temporária, mas acabei ficando permanente) para me fazer uma proposta. Bom sinal, não acham?

Enfim, confiram o vídeo acima, que ele traz boas dicas! Caso você esteja na turma que passou dos 40 e está à procura de uma oportunidade no mercado de trabalho, desejo muito sucesso!

Empreendedores depois dos 50

O jornal Diário de Pernambuco publicou ontem uma matéria bem bacana, sobre empreendedores de Tecnologia que começaram os seus próprios negócios com mais de 50 anos de idade. Bem, se o Novos40 é pra gente acima dos 40, a matéria se encaixa bem por aqui, concorda?

A matéria do DP começa informando que o Brasil é o terceiro país mais empreendedor do mundo, mas apenas 8,8% desses empresários tem mais de 55 anos. Quando se refere ao setor de Tecnologia e em Pernambuco, tem-se um dado do Porto Digital: só 1,9% das empresas startup (iniciantes) do segmento tecnológico que fazem parte, de alguma forma, do complexo do Porto é de pessoas com mais de 55 anos de idade.

O texto, então, mostra alguns exemplos de empresários acima dessa idade que aliaram o conhecimento que adquiriram com a experiência de vida que tem ao “olhar no futuro” para empreenderem. Vale dar uma olhada na matéria completa, que conta com esse vídeo da abertura do post. Para conferir, clique aqui.

Mudança de carreira depois dos 40

Há problema em mudar de carreira depois dos 40 anos de idade? Está com vontade de fazer isso, mas acha arriscado demais, a esta altura do campeonato? Bem interessante esse vídeo da Exame, a este respeito. Dá uma olhada! Se você está morrendo de vontade de fazer isso, há tempos, pode ser o empurrãozinho que faltava! Mas se não está certo disso: cautela! Bem, confira o vídeo e faça o que for melhor para você.

Tarde demais para começar?

it's never too lateO Nick Ellis, do Digital Drops, publicou esta semana essa imagem no Facebook e eu achei que combinava bem aqui com o Novos40: “Tarde demais para começar?”. Então dá uma olhada nesses exemplos do que está no infográfico:

Aos 35 anos foi a idade em que Jan Koum criou o Whatsapp, Michael Arrington criou o blog de Tecnologia Techcrunch (um dos maiores veículos do mundo, hoje), Tim Westergren criou o serviço de rádio online Pandora, Também foi nesta idade que Jimmy Wales fundou a Wikipedia.

Aí você pode me dizer “ah, mas eles não haviam nem chegado aos 40 anos, ainda!”, ao que eu digo:

Foi aos 41 que Mark Pincus fundou a empresa de games Zynga, mesma idade em que Robert Noyce fundou a Intel.Quando Ray Kroc inaugurou a McDonald’s ele estava com 52 anos e John Pemberton estava com 56 quando lançou a Coca-Cola. 

Nesses exemplos do infográfico são todos homens, de outros países e grande parte é de negócios ligados à Internet (com exceção de Ray Kroc e John Pemberton), mas, assim como esses, tem um monte de gente pelo mundo que começou algo quando outras pessoas provavelmente já deveriam estar dizendo que essas pessoas já estariam “velhas” e “cansadas”. Prometo trazer outros exemplos em novos posts. Então, já sabe: pode começar a fazer seus planos para o futuro, que a sua grande ideia ainda pode estar por vir!

Uma agência de empregos para maiores de 40

job seeker 1 agência emprego acima 40Olha que interessante: na Austrália existe uma agência de empregos especializada em pessoas acima dos 40 anos de idade. Aos candidatos o serviço da Plus40 é “vendido” como uma oportunidade para desenvolver a carreira ou mesmo mudar o rumo da vida profissional, enquanto aos empregadores é mostrado um serviço que trará a eles profissionais experientes, comprometidos e dispostos.

O serviço é pago e, pelo que vi, só funciona naquele país. Mas fica a ideia pra alguma agência brasileira desenvolver. Eu estou feliz com a minha carreira, mas tem muito profissional bom dando sopa por aí e muita empresa precisando de gente, sem conseguir, e apenas precisando focar melhor no tipo de funcionário que pretende atrair. Para saber mais sobre a agência, clica aqui.

Agora, minha opinião: ideal, ideal MESMO, pra mim, seria se não precisasse ser feita qualquer distinção de idade para qualquer profissão. Que fosse simples assim: “está apoto? fica”. O que vocês acham?