Facilidades no celular para quem dirige

Já contei aqui que não dirijo, né? Tenho total pânico de direção e nem lembro quando minha carteira de motorista perdeu a validade. É algo que prometi resolver #depoisdos40, mas ainda não tenho previsão de quando farei algo a respeito. Mas, por esses dias fiquei sabendo de duas novidades bacanas para o celular de quem dirige e não podia deixar de publicar aqui no blog:

  • Google Maps para estacionar – Dá pra salvar no Google Maps o lugar onde você estacionou. Muito bom, né? Não precisa tirar foto do lugar e muito menos ficar puxando pela memória o lugar onde deixou o carro. Basta abrir o Google Maps, clicar no ponto azul que indica o lugar exato onde você está e em “salvar local de estacionamento” (P) ou “definir lugar de estacionamento’ (e for iPhone) e pronto.

  • App para lavagem de carro – Essa é pra quem mora aqui no Recife. O aplicativo se chama Lavô, é de Brasília, já existe em outros estados e agora faz sucesso aqui na capital pernambucana, com milhares de downloads. A lavagem é a seco, com cera de carnaúba, bem ecológica e pode ser feita no local onde o cliente estiver – comodidade é tudo, né?. Achei bacana em tudo! Tem mais informações no site, onde você também pode baixar o app – http://lavo.online/

Curtiram? Vou tentar trazer mais novidades em aplicativos aqui pro blog. Afinal, se celular já é bom com suas redes sociais e pra acessar o blog, pode ser ainda melhor quando se torna uma ferramenta pra facilitar a vida, certo?

Experimentando o Zenfone 3

O celulares Zenfone não são exatamente uma novidade aqui no blog, mas queria compartilhar com vocês uma coisa bacana: passei duas semanas testando o Zenfone3 e só tenho algo a dizer…que celular FANTÁSTICO, meus amigos! Aliás, uma coisa bacana da Asus é eles enviarem aparelhos para review não só para sites e blogs de Tecnologia, mas também para quem fala ao público geral, comum, como aqui no Novos40.

O aparelho é lindo, de bordas arredondadas e todo revestido em vidro – na verdade Gorilla Glass, o que me deu um pouco mais de segurança. Já que sou um pouco desastrada confesso que fiquei meio receosa de que o aparelho escorregasse da minha mão e quebrasse, mas ele ser feito de um material super resistente me aliviou um bocado. Além disso, ele tem uma “pegada” boa, sabe? Fácil de “abarcar” na mão (já usei um Zenfone 6, que é maravilhoso pra ler na tela, mas é gigantesco em minha mão rs), bem confortável, ergonômico.

Na parte de trás do aparelho, além da câmera (pouco saliente, se comparada a outros aparelhos), tem o leitor de digital – acho genial ele ser atrás, não vejo muito sentido ser na frente (aliás, ele serve pra desbloquear celular, usar a câmera e atender chamadas). Na frente, obviamente, a tela, super-nítida. Pra mim, que já passei por cirurgia de catarata, isso é algo maravilhoso! A bateria dura super (e olha que eu uso bastante, o dia inteiro, o celular) e a capacidade de armazenamento também é bastante boa.

Geraldo Azevedo na Caixa de Natal #zenfone3

Um vídeo publicado por Claudia Giane (@claudiagiane) em

Aliás, falando em armazenamento, um dos destaques do Zenfone 3 vai para quem curte fotografar. A câmera tem estabilizador ótico (obrigada, sou uma pessoa que treme, naturalmente) e, para quem entende melhor do riscado, tem modo manual, além do automático de sempre. Quem acompanhou meu Instagram  (abaixo e acima) enquanto eu estava com o aparelho pôde perceber a qualidade.

#Natal #christmas #cores #color #zenfone3

Uma foto publicada por Claudia Giane (@claudiagiane) em

Pra não dizer que não tem nada que não tenha curtido, achei uma pena que o carregador não fosse o mesmo do Zenfone 2 e, consequentemente, do meu Zenpower. Tive medo, por conta do material todo em vidro, de o aparelho cair da minha mão – coisa que não aconteceu, por ser bem anatômico, como disse, mas foi só. De resto, gostei bastante e fiquei com dó em ter que devolver, confesso.

Então é isso. Esse não é um blog de Tecnologia, é de pessoa comum pra pessoas comuns, então a impressão é essa: curti deveras e recomendo. Inclusive #quero!

Os quarentões dominam a internet

internet

Nesta sexta-feira (25/11) o IBGE divulgou uma pesquisa que o grupo de brasileiros que têm entre 40 e 49 anos foi o que mais cresceu no acesso à internet entre os anos de 2014 e 2015. Somos 30,3 milhões de quarentões acessando a web, um crescimento de 13,9% no período pesquisado. Estima-se que 55,3% dos brasileiros nessa idade acessam a rede.

Foi maior o número de pessoas entre 40 e 49 anos que passaram a acessar a internet do que os de qualquer outra faixa de idade. No Brasil 102,1 milhões de pessoas de 10 anos de idade ou mais acessam a internet – 57,5% da população. O segundo grupo que mostrou mais crescimento aconteceu na faixa dos que têm 50 anos de idade ou mais.

E ainda há quem ache que internet é coisa pra adolescente! Pode isso?

Zenfone 3 já está no Mercado – e eu quero

zenfone3-1

Pronto, o Zenfone 3,da Asus, do qual falei algumas vezes aqui pelo blog já chegou ao mercado e, num vou mentir, eu quero. Não, isso não é jabá, porque eu não tenho um, minha gente. Estou feliz da vida com meu Zen2 muito lindinho, mas, veja só, o Zenfone 3 chega cheio de novidades sensacionais-e-maravilhosas que deixam qualquer um com vontade de mudar pra ele na mesma hora. Mas a gente que está na faixa dos 40 anos gosta do que é bom e quer melhorar sempre, não é mesmo? Então repara só se não estou certa em tornar o Zenfone 3 meu novo objeto de desejo: :

  •  Parte dianteira e traseira do telefone encapsuladas com Corning® Gorilla® Glass 2.5D resistente a riscos – eu, uma pessoa que guarda celular na bolsa, agradece 
  • Câmera de 16MP – Alô, nitidez, sua linda! 
  • “A câmera tem tecnologia ASUS TriTech autofocus, que seleciona automaticamente entre o laser de segunda geração, detecção de fase e foco automático contínuo para conseguir um foco preciso em apenas 0,03 segundos, resultando em imagens nítidas em qualquer condição”. – Essa eu tive que copiar, mas basta dizer o seguinte pra entender: rapidinho chega no foco 
  • Maior eficiência e vida útil da bateria – Ouvi um ALELUIA?
  • Sensor de impressão digital embutido que está posicionado na parte traseira do telefone, exatamente ao alcance do dedo do usuário para desbloquear o telefone em apenas uma fração de segundo.

De acordo com algumas pesquisas que já li, à medida que vai avançando a idade a gente vai curte Tecnologia tanto quanto qualquer outro grupo, mas também curte praticidade. Produtos de alto valor agregado, que unam beleza, Tecnologia e boas funcionalidades, mas que sejam simples de usar conquistam facilmente o público na faixa dos 40 anos de idade. Tal qual temos no Zenfone 3.

O Zenfone 3 está sendo vendido a partir de 1499 reais e você pode ver mais especificações dele aqui. Nas primeiras 24 horas já venderam 20 mil unidades…cadê a minha, gente?

Asus mostra novos membros da “família Zenfone”

Já disse aqui que não sou a loka das trocas de celulares, mas amo quando tem uma novidade na área. Como consumidora comum que sou, me fixo mais nas coisas que são palpáveis do que no “motor” da coisa, ou seja: reparo mesmo é se tem vidro que não arranha, se faz boas fotos e se aguenta o tranco de ter um monte de coisas ativas ao mesmo tempo sem pifar e, claro, se a bateria vai embora rapidinho ou fica.

Então hoje a Asus, de que já falei aqui no blog, lançou, durante a Computex, evento que reúne gente de Tecnologia do mundo inteiro em Taipei, seus novos aparelhinhos. Fiquei bem impressionada, viu? Boas funcionalidades, “motor” forte e ainda são lindos! Reuni numa imagem algumas coisas que me chamaram a atenção nessas novidades, o Zenfone 3 Deluxe (sim, de luxo puro, digo logo que #quero), Zenfone 3 e Zenfone 3 Ultra. Olha aí:

Novidades asus (1) zenfone 3 deluxe ultra

Ainda não sei quando esses celulares chegarão ao Brasil, mas já fiquei com vontade de ter uma belezoca dessas. Na ocasião do lançamento dos novos Zenfone a Asus também lançou novos notebooks, ultrabooks e até um robô doméstico bem bacana e muito bonitinho, o Zenbo. Ah, tecnologia! Taí uma coisa que fico feliz de a gente ter “alcançado” – ô, coisa boa pra facilitar o dia a dia!

*Aqui nesse post eu falo do inicio da minha “relação’ com a Asus.