O Futuro Profissional pós 40

Jorge Penillo, o “Doutor Carreira” (Foto: Divulgação)

Várias coisas têm me levado a pensar sobre a vida profissional dos que passaram dos 40 anos de idade. Entre elas, duas se destacam: a primeira, a tal reforma da previdência, que vai exigir que muita gente trabalhe mais tempo do que havia planejado inicialmente. O segundo motivo é mais pessoal: depois de muito tempo, me vejo em busca de novos desafios profissionais (isso mesmo, sem emprego) – já fazem dois meses e só agora começo a ajustar meus pensamentos, pois fiquei uns bons dias completamente sem saber o que faria da minha vida profissional daqui pra frente – afinal, preciso de um emprego e ainda quero contribuir para a sociedade com tudo que aprendi ao longo do tempo.

Então bati um papo com o coach e mentor de liderança e carreira Jorge Penillo, que traz ótimas respostas ao que podem ser dúvidas de muita gente que está mais ou menos na mesma situação que eu ou que, simplesmente, sente que precisa de um novo rumo profissional. Então se liga aí nessa conversa!

Pesquisas mostram que até o ano 2040, metade da força de trabalho brasileira terá mais de 50 anos de idade. Como nós, de 40 anos, podemos nos preparar para continuar firmes e fortes no mercado, especialmente agora que é bem possível que muita gente tenha que trabalhar mais tempo do que esperava para poder se aposentar?

É fato! Nossa população está amadurecendo, mas não necessariamente envelhecendo. Amadurecer traz consigo experiência, equilíbrio e paciência, características que não estão presentes na juventude, porém, é importante manter o corpo firme e pronto para novas batalhas do mercado de trabalho. Seguem 3 três passos do plano para se manter firme a ponto de causar admiração dos mais jovens:

Plano CMT ( Corpo – Mente – Tecnologia)

C – Mantenha uma atividade física, controle seu peso e tenha hábitos saudáveis de alimentação, pois isso vai te proporcionar vigor físico para os desafios diários.
M – Mantenha sua mente em constante agilidade, portanto, estude, faça novos cursos, aprenda novas habilidades, faça exercícios de inteligência, como testes de memória.
T – Aprenda a usar novas tecnologias como redes sociais, funções de telefones celulares, aplicativos de Internet ou celulares.

Não tem nada mais assustador para jovens do que pessoas acima de 50 anos de idade que conhecem novas tecnologias, têm a mente afiada e um corpo saudável talhado a boa alimentação e exercícios físicos.

Dá para mudar de carreira profissional depois de passar dos 40 anos? O que a pessoa pode fazer caso queira mudar de rumo, mas ainda não sabe exatamente qual caminho seguir?

Sim, é possível, e eu mesmo sou exemplo desta transformação. Depois dos 40 fui desligado da empresa onde trabalhava com Chefe de Operações da Sala de Controle de Energia. Tinha construído uma carreira profissional sólida no setor, porém, quando fui desligado, queria fazer algo que estivesse ligado a minha missão de vida. Pouco antes de ser demitido, cheguei à conclusão que minha missão de vida era ajudar as pessoas a encontrarem seus propósito de vida e ter sucesso profissional. O que fiz para conseguir chegar a minha missão vida?

Basicamente, me fiz 3 perguntas:

  • O que eu realmente amo fazer e que faria mesmo que de graça?
  • O que eu quero deixar de legado para as pessoas e os mais jovens no futuro?
  • Quem eu conheço que já faz o que eu gostaria de fazer, tem razoável sucesso e pode me ajudar?

Conclusão: descobri que desde criança eu tinha habilidade para lapidar talentos e fazer as pessoas acreditarem em si mesmas. Concluí que minha missão de vida era fazer brilhar os pés e as mentes das pessoas, fazendo-as felizes em seu trabalho. Procurei pessoas que já faziam esta atividade, me inspirei nelas e comecei minha jornada.

Hoje, aos 48 anos, faço brilhar pés e mentes por meio do trabalho. Pés porque um dia fui engraxate, e mente porque hoje aplico coaching e mentoria de carreira para pessoas que querem transformar sua vida profissional em um legado. Procurei referências profissionais e segui seus passos.

Quais vantagens têm as pessoas com mais de 40 anos de idade em relação aos mais jovens, especialmente no que se refere ao trabalho? Quais vantagens ela pode trazer a uma empresa empregadora mais do que um jovem traria? Quais são as desvantagens e de que modo essas pessoas podem superá-las?

Pessoas acima de 40 anos têm como grande vantagem experiência e paciência, mas o grande problema é que, às vezes, trazem consigo a arrogância e a prepotência por achar que já sabem tudo. Lembre-se que o cenário mudou, e hoje há muita inovação tecnológica; os jovens já nasceram na era da alta tecnologia, portanto, são nativos digitais, e esta é a desvantagem.

Se quer superar isso, se matricule em cursos de atualização tecnológica, participe de seminários e palestras onde estão jovens falando sobre tecnologia e mundo digital e você dará um banho de conhecimento em todo mundo!

Hoje, muito se fala em “trabalho do futuro” ou “empregos do futuro”, mas sempre pensando nas pessoas mais jovens. Quais seriam estes trabalhos para os mais maduros?

Pessoas maduras também podem participar desse admirável mundo novo da tecnologia. Quem mexia com manutenção de carros com injeção eletrônica, deve fazer, o quanto antes, um curso de transmissão elétrica de veículos; se mexia com Departamento Pessoal, deve se atualizar com os novos ERP’s (softwares de gestão empresarial), e assim vai. Só existe uma forma de você fazer parte dessa transformação de empregos futuros: estudando. Conhecimento é a chave do sucesso!

Quais mercados podem crescer com o envelhecimento da população?

Mercado de saúde, pois mais pessoas precisarão de cuidados médicos, alimentação saudável, medicamentos, exercícios físicos e medicina diagnóstica. O mercado de educação para matura idade (entre 40 e 65 anos), como novos cursos de atualização tecnológica, novas formações profissionalizantes e cursos superiores de curta duração.

Mercado de entretenimento mature (entre 40 e 65 anos), com atividades recreativas para pessoas maduras sem muita disponibilidade para viagens, pois ainda continuam na ativa, mas valorizam qualidade de vida.

O que um coach pode fazer por uma pessoa dessas, acima dos 40, que quer estar no mercado de trabalho? No que ele pode fazer a diferença?

Um coach faz toda a diferença. Eu, por exemplo, só atendo pessoas acima de 40 anos que se desligaram de seus empregos anteriores ou se aposentaram e querem continuar produtivas. Juntos traçamos estratégias para a transição, seja para uma nova atividade como empregado ou com empreendedor. Sempre começamos a nova jornada baseada na missão de vida da pessoa ou o que ela pretende deixar de legado.

Nota final: Dica para recomeçar aos 40

Controle o medo do novo, aceite novos desafios com a mente aberta e, acima de tudo, aceite ser liderado por alguém mais jovem, pois a maior causa de fracasso de pessoas que retornam ao mercado de trabalho após os 40 anos é não aceitar isso.

  • Jorge Penillo, conhecido como Doutor Carreira, é coach e mentor de liderança e carreira. Professor universitário e palestrante, tem formação em universidades do Brasil e Estados Unidos. É graduado em Administração de Empresas com pós-graduação em Marketing e Negócios e possui MBA em Estratégia Empresarial com especialização em Neurociências. Começou sua carreira profissional aos 14 anos de idade, em 1986, na Eletropaulo como menor aprendiz, e permaneceu na empresa por 30 anos, passando por várias áreas técnicas e administrativas até 2016. É autor do livro “Iniciando uma carreira brilhante”, que tem o objetivo de orientar os jovens sobre como entrar no mercado de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *