Cortes de cabelo para quem chegou aos 40 anos

Quando a gente quer mudar a aparência, parecer mais jovem/madura/descolada/séria ou apenas diferente, quando cansa da gente mesmo e quer variar um bocadinho é comum recorrermos a uma técnica: cortar o cabelo! Há alguns meses eu mesma mudei meu corte de cabelo. Depois de muitos anos alisando com tudo que era técnica (não me arrependo) e com ele longo, longo-parece-promessa, médio e curto, resolvi que queria meus cachos de volta, mas de um jeito que não ficasse parecendo uma arapuca. Então recorri a Ed Silva, do Unique Coiffeur mais uma vez. O mesmo que fez minhas luzes, não sei se você viu quando postei aqui.

Citei logo com quem fiz porque é preciso dizer: se você vai radicalizar (era pra meus cachos reaparecerem depois de mais de 10 anos, gente!), procure um cabeleireiro que seja de sua total confiança. Afinal, todo mundo sabe que “cabelo cresce”, mas muita gente esquece que demora um pouco. Então, lancei o desafio pra Ed fazer meus cachos reaparecerem (eu estava deixando crescer há um tempinho, então o cacheado já estava por baixo do cabelo alisado) e, enquanto isso, conversei com ele sobre cortes de cabelo adequados pra quem é 40+.

long hair

Bem, pessoas de 40 anos de idade de hoje (as #novos40) não aceitariam que fosse “imposto” um corte de cabelo “adequado” à idade, certo? Ainda bem que essa foi a primeira coisa que Ed falou “não existe isso de ‘corte certo’. É o que fica bem para a pessoa, independente da idade”. Mas ele faz o alerta: “o único corte que realmente não fica bem nas mulheres dessa idade é aquele liso bem longo e reto, como a de adolescentes de 15 anos. Isso é querer forçar a barra pra parecer mais jovem. Vale usar longo, mas a sugestão é abrir um pouco, usar camadas aumentadas, que modelam o rosto!.Ela não deve colocar toda a sua força no cabelo, mas descobrir que tem outros pontos fortes”. Ele ainda alerta que cabelos muito grandes fazem a pessoa aparentar ter centímetros a menos.

Corte long bob

Corte long bob

O corte mais usado por mulheres dessa idade – e o mais difícil de errar – é o chamado “long bob“., um corte médio, mas com um repicado suave, bem moderninho, nada muito certinho. “O long bob é um ótimo corte, porque como ele vai até o final do pescoço, acaba por corrigir ombros, disfarça queixo e papada e ainda deixa a mulher com aparência de postura mais reta”, diz Ed, que completa:”é um corte versátil, que combina com a mulher moderna, elétrica, cheia de atividades e vaidosa. Se o cabeleireiro for um bom visagista ele saberá valorizar os pontos fortes e disfarçar os fracos”. Há também um corte entre o curto e o médio, muito bom para mulheres que tem o dia-a-dia mais agitado.

curtinhos

Quer usar curtíssimo? Também pode! “Cortar curtinho é para mulheres de personalidade forte, que não é apegada ao cabelo e leva uma vida dinâmica”, disse Ed. A vantagem desse corte é que não leva muito tempo para pentear, mas é preciso cuidar pra não ficar estranho. Dependendo do corte, dá pra variar o penteado.

julho 2014

Em suma: é você que decide o seu corte de cabelo, não o que revistas ou programas de TV dizem. “Mais do que a idade, é o estilo de vida que define qual o melhor corte de cabelo”, diz Ed. A propósito: Ed conseguiu descobrir meus cachos e estou curtindo meus cabelos como há muitos anos eu não curtia. No começo era quase um long bob, agora já cresceu um bocado e é MESMO um long bob (:P). Bem prático, me deixou mais jovem e “de bem” comigo mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *